Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Lucas acerta renovação e terá multa maior que de Neymar e Ganso

Novo vínculo do camisa 10 da seleção brasileira sub 20 com o São Paulo irá até dezembro de 2015

Levi Guimarães, iG São Paulo |

Depois de quase dois meses, a novela da prorrogação de contrato do meia Lucas com o São Paulo teve um final feliz. O empresário do jogador, Wagner Ribeiro, e o diretor de futebol do clube, João Paulo Paulo de Jesus Lopes, confirmaram ao iG que toda a negociação já foi finalizada.

O novo contrato, com duração até dezembro de 2015, só precisa ser assinado pelo jogador, o que deve acontecer ainda na noite desta quinta-feira, quando ele chegar com o time da Paraíba, onde o São Paulo enfrentou o Treze-PB pela Copa do Brasil, com direito a show do camisa 7.

Wagner Ribeiro explicou que os aspectos econômicos da negociação já haviam sido acertados na última segunda-feira. Na quarta, uma reunião de cerca de oito horas com os advogados do clube concluiu a parte burocrática, de redação do contrato, inclusive com os detalhes referentes aos direitos de imagem.

“[As negociações] foram cansativas. Ontem das duas da tarde às dez da noite. Mas o dia decisivo foi segunda, quando acertamos as partes importantes, vitais, a parte econômica”, disse o empresário. “O Lucas ficou feliz, o São Paulo também e agora ele vai jogar com mais confiança, mais feliz”, completou.

Ribeiro e a direção são-paulina não revelam os valores do acordo, mas as especulações de que o jogador teve o salário aumentado de cerca de R$ 15 mil para mais de R$ 100 mil, e a multa rescisória fixada entre 80 e 90 milhões de euros (entre R$ 180 e R$ 200 milhões), quase o valor somado das multas de Neymar e Ganso, do Santos.

Além disso, Lucas ficará com 20% de seus direitos federativos. Sem confirmar esses números, o empresário demonstra ter ficado satisfeito com a conclusão da novela. “Eu tentei o melhor que pude. O São Paulo não pagou o que eu quis, mas foi bom para o jogador”, afirmou.

Pelo lado do clube, o João Paulo também demonstrou satisfação com o término das negociações. “Pelas informações que o Carlos Augusto [de Barros e Silva, o Leco, que representou o clube nas reuniões] me passou foi uma boa negociação pra todo mundo. Dá tranquilidade pro jogador e uma estabilidade para o São Paulo”, disse.

Agora, caso Lucas recebe uma proposta do futebol do exterior, o São Paulo tem condições de exigir um valor bastante alto para liberar o jogador, mas o dirigente afirma que este não foi o principal objetivo da renovação do contrato.

“Nosso objetivo maior era garantir que o jogador continue no São Paulo e que a gente possa aproveitar a sua imensa condição técnica. Essa era a nossa principal preocupação e isso nós conseguimos. Também demos ao nosso jogador uma tranquilidade, uma boa remuneração, acho que atendeu todo mundo”, afirmou.

Vipcomm
O contrato de Lucas até dezembro de 2015 está à espera da assinatura do jogador

Leia tudo sobre: são paulocampeonato paulista 2011lucas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG