Atacante só não sabe se poderá atuar contra o Coritiba, já que seu nome pode ficar fora do BID

selo

Após ameaçar e esbravejar na sexta-feira, Luiz Felipe Scolari respirará aliviado nesta terça. O atacante Luan , do Palmeiras , assinará um novo contrato e espera que seu nome saia logo no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF para que possa atuar nesta quarta, contra o Coritiba , no Estádio Couto Pereira.

Felipão estava irritado há cinco dias. Sem saber se Luan realmente continuaria no clube, chegou a falar que contaria todos os problemas e trapalhadas que ocorreram caso o negócio não fosse fechado.

As ameaças deram certo. Para não entrar em rota de colisão com o treinador, a diretoria tratou de correr para tranquilizá-lo. E Luan enfrentou o Atlético-MG , sábado à noite, no Canindé, já sabendo que permaneceria no clube. Até anotou gol na vitória por 3 a 2.

O contrato do atleta com o Palmeiras terminou no domingo, e ele deveria se apresentar ao Toulouse nesta segunda. Graças a investidores, o clube levantou os 3 milhões (R$ 6,7 milhões) que precisava para contratar Luan, que fechará vínculo por cinco anos.

O clube brasileiro já acertou todos os trâmites burocráticos e espera o contrato ficar pronto nesta terça. "O André Sica (advogado) já cuidou do TMS", disse Sérgio do Prado, gerente administrativo, falando do Sistema de Transferência Monitorada, da Fifa. "O importante era mantermos a documentação do Luan no Brasil, para que a transferência não ficasse marcada como internacional. Afinal, a janela já está fechada".

O Palmeiras também já pagou as taxas da CBF e espera ver o nome do atleta nesta terça no BID. "Temos de aguardar, mas a parte mais difícil já resolvemos", contou Sérgio Prado.

Luan é um dos queridinhos do Felipão e tem sido peça fundamental no esquema do treinador. "Não tenho ninguém que faça a função dele", vive dizendo. Esforçado, marcador e velocista, principalmente pelo lado esquerdo, o atacante é elogiado por todos os seus companheiros. E é o artilheiro do time no Brasileiro, com cinco gols.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.