Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Love sofre com derrota do Flamengo para o Cruzeiro e se sente aliviado

Atacante está no Rio desde o dia 24 e disse que por ele poderia ter entrado em campo nos dois últimos jogos do time no Brasileiro

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

De férias no Rio, o atacante Vagner Love acompanhou o sofrimento do Flamengo para fugir do rebaixamento para a Série B. A derrota para o Cruzeiro deixou o jogador apreensivo. Ele participou do início da campanha no Campeonato Brasileiro antes de voltar ao CSKA Moscou. Deixou o time na sexta colocação, tendo marcado quatro gols.

Love não esperava tanto sofrimento. Quando ele deixou o clube, em julho, o Flamengo começava a se reforçar. Na Rússia, usava a internet e a amizade com Leonardo Moura e o supervisor Isaías Tinoco para saber o andamento da situação do clube na competição.

"Não assisti ao jogo com o Cruzeiro, pois estava com meus filhos. Mas a todo momento procurava saber o placar. Quando fez 1 a 0, fiquei tranquilo, mas depois da virada me assustei. Graças a Deus, deu tudo certo. Futebol é assim mesmo, você às vezes passa por essas situações", afirmou Vagner Love.

A preocupação era tanta que Love quase se ofereceu para entrar em campo contra Cruzeiro e Santos. Ele chegou ao Rio no dia 24, liberado pelos dirigentes do CSKA, pois o time já havia se classificado para a segunda fase da Liga Europa e encerrado o Campeonato Russo em segundo lugar, classificado para a próxima Liga dos Campeões.

"Por mim, teria entrado em campo para ajudar o Flamengo nesses dois jogos", disse Love, que conversou descontraidamente com o técnico Vanderlei Luxemburgo. "A gente nunca trabalhou junto, mas sempre batemos um papo quando nos encontramos", emendou.

O atacante sempre fez questão de manifestar sua torcida pelo Flamengo desde criança. A volta ao clube deve acontecer um dia pela vontade do jogador, mas sem data para acontecer.

"Quando assisto a um jogo, dou soco no travesseiro, chute no sofá. Quero sempre estar em campo. Fui embora porque não havia como eu ficar. Mas ainda volto a jogar no Flamengo", disse Vagner Love.

Leia tudo sobre: campeonato brasileiroflamengofutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG