Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Love passa em branco na estreia, mas Flamengo vence o Nova Iguaçu

Com o triunfo por 2 a 0, equipe rubro-negra decidirá a classificação na última rodada

Gazeta |

Na reestreia de Vágner Love com a camisa do Flamengo , o time da Gávea, agora sob o comando de Joel Santana, fez uma partida convincente e derrotou o Nova Iguaçu na tarde deste domingo, em Macaé. Com gols de Deivid e Renato Abreu, o Rubro-negro igualou o número de pontos (12) de Resende e Botafogo, na liderança do grupo A da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca.

Confira a classificação atualizada do Campeonato Carioca

O Fla, porém, ocupa a terceira posição nos critérios de desempate. Na sétima e última rodada, o time visita o Resende em Volta Redonda. A equipe do Sul-Fluminense tem a vantagem do empate por ter maior número de vitórias. Com oito pontos, o Nova Iguaçu fica fora da disputa pela vaga nas semifinais.
Nesta segunda-feira, o Flamengo viaja para a Argentina, onde enfrenta o Lanús pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores.

O jogo

Sob sol forte e muito calor, Flamengo e Nova Iguaçu fizeram um primeiro tempo cadenceado. Agora sob o comando de Joel Santana, o Rubro-negro se mostrou mais compacto e não dava muitas chances de contra-ataque ao adversário.

A presença de Vágner Love no ataque ao lado de Deivid fez com que Ronaldinho Gaúcho se posicionasse mais atrás, na criação de jogadas. As mudanças não demoraram a ser notadas, com o camisa dez fazendo boas assistências e a dupla de frente se entendendo bem.

Aos 9, o Fla teve seu primeiro gol anulado, quando Ronaldinho tocou de cobertura para Deivid na área, mas o atacante estava em impedimento claro. O Nova Iguaçu tinha sua principal jogada com o atacante Zambi. Habilidoso, o camisa onze deixou Wellington no chão na ponta esquerda e cruzou com perigo, mas Júnior César cortou na pequena área.



Aos 13, o Flamengo abriu o placar com uma bela jogada. Leo Moura avançou pela direita e tocou na frente para Love. O atacante deu um drible de corpo no marcador, brigou pela bola e tocou para Ronaldinho. O meia devolveu por cobertura e deixou Love na cara do gol. O camisa 99 tentou desviar do goleiro mas ele conseguiu tocar para o lado, mas Deivid apareceu do outro lado para mandar para o fundo das redes.

O Fla era melhor e voltou a levar perigo ao gol de Jefferson, aos 15 minutos. Ronaldinho cobrou escanteio e Daid Braz cabeceou para fora. Mas o Nova Iguaçu também criava, e aos 19 Zambi recebeu de Chiquinho, dominou e soltou a bomba de fora da área, e Felipe fez boa defesa.

O jogo caiu de ritmo depois da parada técnica, e novo lance de perigo só aconteceu aos 34, quando Mossoró avançava em direção à área e foi tocado por Ronaldinho. Falta na linha da área que Amaral cobrou e mandou rente ao poste esquerdo.

O Fla voltou a assustar antes do apito. Aos 43, Ronaldinho cobrou escanteio pela esquerda na primeira trave. Deivid desviou e a bola passeou por cima do travessão e saiu. As duas equipes retornaram para o segundo tempo com a mesma formação, e o início teve uma sequência muito parecida com a primeira etapa. Aos nove, o Fla teve um gol anulado por impedimento, e aos 14, marcou o segundo.

No primeiro lance, após boa troca de passes do ataque, Ronaldinho enfiou para Renato Abreu na área, atrás da linha de zaga. O meia chutou cruzado e saiu comemorando, mas o impedimento era claro e foi marcado. Já aos 14, o mesmo Renato cobrou falta com violência da intermediária e viu a bola morrer nas redes.

Com dois a zero, o Flamengo visivelmente relaxou e o jogo caiu em emoção. Aos poucos os técnicos foram fazendo as três substituições permitidas. O Nova Iguaçu não desistiu de buscar o seu gol, e foi quem mais chegou perto. Aos 36, numa cobrança de falta pela esquerda, a bola é levantada na área, o ataque tenta desviar e um jogador do Flamengo toca para trás. A bola sobra para Jones, que, meio sem ângulo, acerta a trave pelo lado de fora.

Depois, aos 46, Felipe impediu o gol de honra da equipe da Baixada. Dieguinho levantou na área e Jones concluiu de cabeça, mas Felipe cortou com o pé direito para manter o placar em 2 a 0 no apito final.

FICHA TÉCNICA - FLAMENGO 2 X 0 NOVA IGUAÇU
Local: estádio Claudio Moacyr, em Macaé (RJ)
Data: 12 de fevereiro de 2012, domingo
Hora: 17h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Wendel de Paiva Gouveia
Cartões amarelos: Willians (Flamengo); Filipe Alves, Vagner Eugenio, Amaral (Nova Iguaçu)
Gols: FLAMENGO: Deivid, aos 13min do 1o tempo; Renato, aos 14min do 2o tempo
FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Wellinton, David Bráz e Júnior César; Willians, Luiz Antônio (Maldonado), Renato Abreu e Ronaldinho Gaúcho; Vágner Love (Negueba) e Deivid (Bottinelli)
Técnico: Joel Santana
NOVA IGUAÇU: Jefferson, Marcelinho, Naylhor, Vagner Eugenio e Chiquinho (Uallace); Filipe Alves, Amaral, Mossoró (Otávio) e Dieguinho; Zambi e Leandrão (Jones)
Técnico: Leonardo Condé

Leia tudo sobre: flamengonova iguaçucampeonato carioca 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG