Tamanho do texto

Jogador e prepardor físico haviam se desentendido na primeira passagem do jogador no Botafogo

Não foi só um joelho esquerdo 'novo' que o meia Maicosuel conseguiu se dedicando durante mais de seis meses na fisioterapia do Botafogo . Além de estar oito quilos mais forte, graças a um trabalho de fortalecimento muscular, as seguidas horas na academia do clube serviram para reaproximar o 'Mago' do auxiliar da preparação física, Marlos Almeida. Os dois haviam tido um desentendimento na primeira passagem do jogador no Botafogo, em 2009. Agora a relação é de forte amizade.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

"Nós brigamos mesmo, chegamos a ficar sem nos falar. Mas foi outra época. Ele voltou ao Botafogo com outra cabeça, se dedicou muito. Hoje, está completamente aberto ao trabalho de musculação, sabe que tem que fazer. Acho que foi um dos nossos melhores trabalhos. Com o ganho de massa muscular, há até um aumento na autoestima. O jogador se sente mais preparado, mais poderoso, no bom sentido. Acho que as pessoas vão ver outro Maicosuel" disse Marlos Almeida ao site do Botafogo.

A recompensa veio no último sábado, quando o meia voltou aos gramados e marcou um belo gol no amistoso contra o Friburguense . Mais confiante, Maicosuel destacou a importância do trabalho realizado com a equipe de preparadores físicos do Botafogo. "Eu realmente precisava ganhar massa muscular. Não parece muito, mas me sinto bem melhor e mais preparado. Não é quantidade de músculos, mas a qualidade. Mesmo após voltar a jogar, vou dar continuidade a este tipo de trabalho", disse Maicosuel.

Presente na rotina de recuperação do jogador, o auxiliar da preparação física Leandro Cardoso também lembra a importância de ter mantido Maicosuel motivado durantes o período de trabalho. "Além da experiência que ganhei, este tempo me fez perceber que, além das partes técnica e física, a parte motivacional, de incentivo, também é importante. Às vezes, você pega o jogador de baixo astral e tem de saber negociar, ter jogo de cintura para que faça determinado movimento", contou Cardoso.