Adversários no Campeonato Carioca, jogadores se tornaram amigos quando atuaram pelo Grêmio, em 1998

Divulgação
Loco Abreu guarda foto ao lado de Ronaldinho Gaúcho em seu museu particular
Antes da partida entre Flamengo e Botafogo neste domingo, pela semifinal da Taça Guanabara, Loco Abreu e Ronaldinho Gaúcho deixarão de lado a rivalidade entre as duas equipes para um reencontro de amigos.

Ambos atuaram juntos no Grêmio, em 1998, quando Ronaldinho Gaúcho iniciava sua carreira profissional. A passagem de Loco no time gaúcho durou menos de um ano, mas a amizade entre as famílias foi fortalecida quando o uruguaio jogou com Roberto Assis, irmão e empresário de Ronaldinho, no Tecos, do México.

Loco Abreu pedirá para trocar de camisa com Ronaldinho, e o destino do presente já é certo: o museu pessoal do atacante na sua casa em Minas, no Uruguai, cidade onde o jogador nasceu.

Nos fundos da residência do ídolo botafoguense, um espaço guarda todos objetos que marcaram a carreira do jogador. No museu, já estão uniformes de Ronaldinho Gaúcho pelo Barcelona e pela seleção brasileira, além de fotografias dos dois jogadores. Além da camisa, Loco Abreu também entrará em campo com os filhos para tirar uma foto com Ronaldinho Gaúcho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.