Tamanho do texto

Franceses buscam décimo título do torneio, mas terão que passar pela fanática torcida da Sérvia, na capital Belgrado

Michael Llodra espera que sua recente vitória sobre Novak Djokovic possa levá-lo a ser escolhido para defender a França em jogos de simples na final da Copa Davis contra a Sérvia, a partir de sexta-feira. O especialista em duplas afirmou nesta terça-feira que a vitória sobre o sérvio, que é o número 3 do mundo, no início deste mês, no Masters 1000 de Paris, foi um impulso de confiança.

A escalação de Llodra ainda não foi definida, já que o capitão Guy Forget não apontou os jogadores que vão defender a França. O sorteio dos confrontos acontecerá na quinta-feira. "Eu estou pronto, mas é Forget quem decide", afirmou Llodra.

Com uma lesão no joelho, Jo-Wilfried Tsonga foi descartado da final, que acontecerá entre 3 3 5 de dezembro. Assim, Llodra disputa uma vaga como titular em simples com Gilles Simon, já que Gael Monfils será o outro escolhido para os jogos individuais. A Sérvia, que sediará o confronto em Belgrado, busca seu primeiro título da Copa Davis contra a nove vezes campeã França.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.