Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Liverpool atropela Manchester United com show de Kuyt e Suárez

Mesmo vencendo por 3 a 1, Liverpool segue longe da zona de classificação para a Liga dos Campeões

Gazeta |

AFP
Kuyt marcou três diante do United
No grande clássico do futebol inglês deste final de semana, o nome do jogo foi um holandês, com menção honrosa a um uruguaio. Muito bem no jogo, a dupla de ataque do Liverpool fez a diferença contra o Manchester United, fazendo 3 a 1, com três gols de Dirk Kuyt e uma grande atuação de Luís Suárez. No final, Chicharito Hernández diminuiu.

Nos três gols, Kuyt mostrou suas duas principais características: raça e oportunismo. Em um deles, aproveitou uma jogada antológica de Suárez. Em outro, um erro de Nani e, no terceiro, um rebote de Van der Sar, em cobrança de falta do uruguaio.

Apesar da vitória significativa, o Liverpool ainda não está em uma situação muito boa. A equipe é a sexta colocada do Campeonato Inglês, com 42 pontos, ainda distante do Chelsea, que tem 48 e é o quarto e último na zona de classificação para a Copa dos Campeões. O Chelsea, porém, têm dois jogos a menos que o Liverpool.

Por outro lado, o Manchester United continua na liderança do Campeonato Inglês. São 60 pontos conquistados contra 57 do Arsenal, que tem um jogo a menos que os Diabos Vermelhos.

O jogo

O Liverpool começou melhor. Com o apoio de sua torcida, o time foi para cima e chegou mais ao ataque. Entretanto, o primeiro lance de real perigo foi do Manchester United. Em uma jogada que parecia despretensiosa, Berbatov bateu de sem-pulo de fora da área e mandou na trave.

Depois de mais alguns minutos de pressão do Liverpool, a equipe da casa conseguiu abrir o placar com um lindo gol, aos 33 minutos. Luís Suárez fez uma jogada impressionante, colocando a bola por entre as pernas de Rafael e deixando dois outros adversários no chão dentro da área. Depois, na tentativa de cruzamento, a bola desviou e sobrou para Kuyt, que só completou para as redes.

ap
Jogadores do Liverpool comemoram o primeiro gol de Kuyt, após grande jogada de Suárez

Cinco minutos depois, o mesmo holandês ampliou o placar. Desta vez, porém, a jogada foi muito menos bonita. Depois de cruzamento na área do Manchester, o português Nani jogou contra o próprio patrimônio de cabeça e a bola sobrou, dentro da pequena área, para Kuyt que, sozinho, só tocou de cabeça para o gol.

No segundo tempo, com a derrota parcial de 2 a 0, o Manchester foi para cima do Liverpool. Logo de cara, Giggs bateu uma bola com perigo. Em seguida, depois de uma confusão, uma bola sobrou para Berbatov dentro da pequena área e o búlgaro cabeceou, mas Raúl Meireles salvou com o peito em cima da linha.

Aos 15 minutos, Berba sofreu falta na entrada da área, dentro da meia-lua. Com muita gente na barreira, Giggs se preparou para bater, mas acabou mandando com muita força, por cima da meta de Reina. Logo em seguida, Raúl Meireles aproveitou boa jogada do ataque do Liverpool e bateu cruzado. Van der Sar espalmou e Evra tirou o perigo.

Aos 19, mais uma vez Kuyt marcou. Suárez cobrou falta com categoria. A bola foi com efeito e Van der Sar não conseguiu segurar, deixando a bola viva na pequena área. Esperto e oportunista, Kuyt chegou antes e deu uma cavadinha sobre o goleiro.

Aos 41, Suárez fez outra jogada linda. O atacante pegou a bola no meio de campo, deixou Evra no chão, deu uma meia-lua em outro zagueiro, deixou a zaga inteira para trás e bateu com força, mas sem direção, arrancando aplausos da torcida.

Em um dos últimos lances do jogo, Chicharito Hernández aproveitou cruzamento de Ryan Giggs para colocar a cabeça na bola e marcar o gol de honra do United: 3 a 1.

Leia tudo sobre: inglaterraliverpoolmanchester unitedfutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG