Atuando fora de casa, Lille ficou no 2 a 2 com a equipe de Paris e venceu o campeonato nacional

Atuando em Paris, o Lille precisava apenas de um empate com o Paris Saint-Germain para assegurar a conquista do Campeonato Francês. Em partida movimentada, o líder fez o necessário e empatou com o PSG, por 2 a 2, para conseguir o título nacional, que não vinha desde a temporada 1953/1954.

Com uma rodada de antecedência, o Lille chega aos 73 pontos e não consegue mais ser ultrapassado pelo vice-líder Olympique de Marselha, com 67 pontos. O PSG, com 59 pontos, está dois pontos atrás do Lyon, terceiro colocado e em situação complicada na briga por uma vaga para a Liga dos Campeões.

Na última rodada, o Lille joga em casa, contra o Rennes, para continuar a festa da conquista do Francês. O Paris Saint-Germain, por sua vez, precisa vencer o Saint-Etienne fora de casa e ainda torcer por um tropeço do Lyon, contra o Monaco, longe de seus domínios.

Obraniak, do Lille, comemora gol no empate que rendeu o título francês para sua equipe
AFP
Obraniak, do Lille, comemora gol no empate que rendeu o título francês para sua equipe

O JOGO

O Lille parecia querer decidir a partida desde o início. Logo aos cinco minutos, a zaga do PSG afastou a bola mal e Obraniak, de fora da área, chutou rasteiro, firme, abrindo o placar para o líder do campeonato.

Porém, o atacante Guillaume Hoarau não queria facilitar a vida do time visitante. De bicicleta, o atacante do PSG assustou o goleiro Landreau. Pouco depois, o camisa 9 voltou a levar perigo ao invadir a área pela esquerda e chutar firme, para boa defesa do arqueiro do Lille.

Embora com atrás no placar, o Paris Saint-Germain era quem levava mais perigo e Giuly, após ter seu chute desviado, viu a bola acertar o travessão de Landreau. Depois de tanta pressão, o PSG chegou ao empate em um lance polêmico.

O árbitro havia dado dois minutos de acréscimo, e, aos 48 minutos, Hoarau, em bola cruzada para a área do Lille, desviou para empatar a partida, gerando grande reclamação do técnico Rudi Garcia.

No primeiro minuto da etapa final, nova polêmica. Hoarau, destaque do PSG na partida, tentou fazer a jogada na entrada da área e caiu, pedindo a falta. O juiz, porém, considerou que o atacante "cavou" a infração e mostrou o cartão amarelo para o jogador, que recebera outro ainda no primeiro tempo, sendo, assim, expulso.

Com um jogador a mais, o Lille voltou a pressionar. Pela direita, Debuchy chutou e o atacante Sow, no meio da área, desviou para marcar seu 22º gol na competição, artilheiro isolado do torneio. O PSG, entretanto, não desistiu e voltou a empatar com o atacante Bodmer, que recebeu na meia lua, driblou seu marcador e bateu firme de perna direita, para colocar 2 a 2 no placar.

Após o gol sofrido,0 o técnico Rudi Garcia pediu calma a seus jogadores, afinal o empate confirmaria a conquista do Lille. Assim, o time passou a controlar a posse de bola e esperar o tempo passar, para ouvir o apito do árbitro e comemorar o terceiro título francês do Lille.

Olympique apenas empata - Em casa, o Olympique de Marselha ficou apenas no empate com o Valenciennes, por 2 a 2. Kadir, aos 33 da primeira etapa, abriu o placar para a equipe visitante. Na sequência, Ayew empatou e Rémy, três minutos depois, marcou o segundo do Olympique.

Mas, aos 21 da etapa final, Rémi Gomis deixou o seu, para definir o empate. Com 67 pontos, o Olympique não tem mais chance de conquistar o título, enquanto o Valenciennes, com 45, segue lutando para se afastar da zona de rebaixamento.

Torcedores do Lille celebram nas ruas da cidade
AFP
Torcedores do Lille celebram nas ruas da cidade

Veja os resultados desta rodada:
Toulouse 2 x 0 Bordeaux
Nice 2 x 0 Lorient
Montpellier 0 x 1 Monaco
Marseille 2 x 2 Valenciennes
Rennes 0 x 2 Nancy
PSG 2 x 2 Lille
Sochaux 2 x 1 Saint-Etienne
Lyon 0 x 0 Caen
Auxerre 0 x 1 Brest
Lens 0 x 1 Arles-Avignon

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.