Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Liedson marca dois na reestreia e Corinthians faz 4 a 0 no Ituano

Sem dificuldades, time do Parque São Jorge venceu mais uma e se aproximou dos líderes do Campeonato Paulista

Bruno Winckler, iG São Paulo |

nullLiedson deu o cartão de boas vindas na sua reestreia pelo Corinthians, mas nem precisava. Com muita facilidade, o time do Parque São Jorge venceu o Ituano por 4 a 0 no Pacaembu vazio e entrou de vez na briga pelas primeiras posições do Campeonato Paulista. O atacante português marcou dois gols e reestreou para pouco mais de 6,5 mil torcedores que se dispuseram a deixar suas casas na noite desta quarta-feira que no início do ano estava reservada para a participação do Corinthians na Libertadores.

Fora do torneio continental, o jogo adiado da quarta rodada contra o Ituano que estava marcado para o dia 15 foi antecipado. Ramírez e Chicão marcaram os outros dois gols da vitória corintiana. Carentes de um goleador assíduo, já que Ronaldo não marcou nos últimos seis jogos que participou, os torcedores viram na presença do novo camisa 9 um sopro de esperança depois da desilusão pela derrota para o Tolima, há uma semana.

Com o resultado o Corinthians chegou a 12 pontos, quatro atrás do líder do Palmeiras e mesma pontuação do São Paulo. Na sexta posição, o time do Parque São Jorge ainda tem um jogo a menos que os rivais. No dia 17, contra o Mogi Mirim, no Pacaembu, o Corinthians se iguala aos demais times do torneio no número de jogos. O próximo compromisso da equipe, no entanto, é no domingo, contra o Paulista, às 17 horas, em Jundiaí.

O Ituano se mantém com oito pontos, na 11ª posição. No domingo o time de Itu visita o Bragantino no Estádio Nabi Abi Chedid.

O jogo
O técnico Tite decidiu apostar pela segunda partida seguida numa formação com dois meias criativos a frente dos voltantes Ralf e Jucilei. Ramírez e Danilo foram titulares novamente e se o treinador precisava de uma justificativa para manter Bruno César fora dos planos para este início de Paulistão, ela foi dada pelos dois titulares logo no início da partida.

Aos dois minutos, Jorge Henrique inverteu o jogo para a o lado direito e Danilo dominou com tranquilidade no bico da área. O camisa 10 segurou a bola no chão e esperou por Alessandro que chegou rápido e recebeu o passe. O lateral invadiu a área e cruzou rasteiro para o meio. Ramírez então teve trabalho para tocar de primeira no canto direito do goleiro Éder, do Ituano, e abrir o placar dando tranquilidade ao Corinthians construir seu jogo sem pressa.

O gol conseguido logo cedo minou o Ituano, que entrou em campo para segurar o ímpeto inicial do Corinthians, que iria para o ataque desde o princípio. "A gente não podia ter tomado aquele gol no começo. Correr atrás do Corinthians é o pior que pode acontecer aqui no Pacaembu", disse Eder, no intervalo. "A gente queria segurar eles por uns 15 minutos e depois ir para o ataque, mas com esse gol ficou difícil", completou.

Os primeiros 30 minutos foram muito tranquilos para o Corinthians. Com a vantagem obtida, o meio campo corintiano trabalhava as jogadas sem pressa. Liedson e Jorge Henrique se movimentavam bem com a presença de Danilo pela direita e de Ramírez, no meio, conseguiam tabelas e chances de gol. Em uma delas, saiu a jogada do segundo gol corintiano.

Aos 22 minutos, Liedson recebeu boa bola de Danilo na meia lua e quando se preparava para chutar sofreu falta de César Gaúcho. A posição era ideal para Chicão bater. O zagueiro, com saudades dos gols de falta, tentou, mas a bola foi na barreira, no rebote, porém, o capitão da noite não vacilou e de primeira, com a bola no ar, mandou para o fundo da rede. Este foi 34º gol de Chicão em três anos e dois meses no clube.

O gol corintiano deixou clara a superioridade das ações corintianas no jogo, mas com ele veio também a preguiça natural aos jogos fáceis. Mais desatentos, os corintianos deram espaço ao Ituano e o time do interior, principalmente com o atacante Jefferson, deu trabalho ao lado direito da defesa corintiana. Foram duas boas chances criadas pelo jogador, mas as duas pararam nas mãos de Júlio César.

Liedson, apesar de não ter marcado, tentou ao máximo ajudar. No lance mais inusitado pelo novo atacante corintiano, aos 30 minutos, Alessandro levantou a bola na marca do pênalti e Liedson tentou um voleio, que se desse certo, teria valido o ingresso. Mesmo assim a torcida gostou. O atacante foi para o intervalo satisfeito com seu desempenho, reconhecendo que não estava acostumado com o calor brasileiro. "O importante é ganhar, estou feliz com o meu desempenho mesmo sem gols, mesmo sabendo que não está ideal por causa do calor", disse o jogador, desacostumado a jogar com uma temperatura superior a 25º C à noite.

Na volta do intervalo, o Corinthians parecia satisfeito com o resultado enquanto o Ituano tentou ousar. O técnico Sérgio Ramírez sacou o lateral Esquerdinha e colocou o atacante Daniel em campo. Com três homens de frente, foram do Ituano as melhores chances de gol no segundo tempo. Porém, com a pontaria pouco calibrada, Júlio César não teve muito trabalho.

nullO Corinthians, preguiçoso, recuou para tentar os contra-ataques, confiante na falta de qualidade do Ituano, mas não conseguia chegar.

O jogo se arrastou neste cenário até os 30 minutos do segundo tempo. Com Morais e Edno nos lugares de Ramírez e Danilo, porém, o Corinthians ganhou mais velocidade e conseguiu mais um gol, desta vez, com Liedson, para o delírio dos poucos torcedores.

Morais deu o passe para o atacante na entrada da área e sem problemas para se livrar da marcação, o atacante tocou no canto esquerdo de Eder. Nos acréscimos, Liedson marcou mais um, em outra jogada de Morais. Liedson chegou a 24 gols em 39 jogos pelo Corinthians, clube que defendeu por seis meses em 2003. Com contrato até julho de 2012, Liedson espera engrossar as estatísticas com mais gols. O torcedor também está ansioso por isso.

FICHA TÉCNICA - CORINTHIANS 4 x 0 ITUANO .

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP
Data: 9 de fevereiro de 2011, quarta-feira
Horário: 22 horas
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: David Botelho Barbosa e Tatiane Camargo
Renda: R$ 170.751, 00
Público: 6.587 pagantes
Cartões Amarelos: Jorge Henrique (COR); Jefferson e Anderson Ataíde (ITU)
GOLS: Ramírez, aos 2, e Chicão, aos 22 minutos do 1º tempo. Liedson, aos 30 e aos 47  minutos do 2º tempo

CORINTHIANS
Júlio César, Alessandro, Chicão, Leandro Castan e Marcelo Oliveira; Ralf, Jucilei (Paulinho), Ramírez (Morais) e Danilo (Edno); Jorge Henrique e Liedson.
Técnico: Tite.

ITUANO
Éder; Eder Sciola, César Gaúcho, Jackson e Esquerdinha (Daniel); Adoniran (Anderson Ataíde), Anderson Salles, Júnior Urso e Oliveira (Leomir); Jefferson e Malaquias.
Técnico: Sérgio Ramírez.


 

Leia tudo sobre: corinthiansituanocampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG