Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Liedson garante virada sobre o Fla e liderança do Corinthians

Atacante marca duas vezes na vitória por 2 a 1, no Pacambu, mantendo o time paulista na primeira colocação

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

null

Há algumas semanas, o clássico entre os dois clubes de maior torcida do Brasil vinha sendo tratado como uma verdadeira decisão. O clima, pelo menos, foi esse e o Corinthians venceu por 2 a 1, de virada, o Flamengo, nesta quinta-feira, no Pacaembu, pela 22a rodada do Campeonato Brasileiro, mantendo a liderança, com 43 pontos, e deixando o rival com apenas 36.

O Corinthians, agora, vai enfrentar o Fluminense, que está em ascensão, domingo, às 16h, no Engenhão, para tentar manter a primeira colocação da competição. Já o Flamengo, em quinto lugar e há sete jogos sem vencer, recebe o Atlético-PR, penúltimo colocado, às 18h, em Macaé.

Veja a tabela de jogos e a classificação do Campeonato Brasileiro

O Pacaembu lotado, com dois times em campo já fora protagonistas do Campeonato Brasileiro. A promessa de um jogo eletrizante se confirmou. Com o nome “Dr. Sócrates” na camisa de todos os jogadores, em homenagem ao ex-jogador, internado em estado grave na UTI do Hospital Albert Einstein, o Corinthians foi para cima, acuou o Flamengo e fez uma verdadeira blitz em busca do primeiro gol, comandada por Paulinho, Alex e Emerson.

Com menos de um minuto, Welinton, que voltava ao time depois de ter sido barrado, escorregou com a bola dominada e, por pouco, Emerson não abriu o placar. Aos cinco, Alex tentou surpreender Felipe numa cobrança de falta, na qual levava a crer que faria um cruzamento para área.

O Flamengo tinha dificuldade para trocar passes e o Corinthians se aproveitou. Sem ser ameaçado, adiantou seus volantes e apertou a marcação. Aos seis minutos, Paulinho arriscou de fora da área e obrigou Felipe, ex-jogador do Corinthians e muito xingado pela torcida, a fazer mais uma grande defesa.

No total, foram quase 20 minutos de pressão intensa do Corinthians. Emerson fez uma boa jogada pela esquerda, chutou, mas a bola rebateu nos próprios companheiros e foi para fora. Depois, Alex driblou Leonardo Moura com facilidade e bateu de direita para nova defesa segura de Felipe.

Aos trancos e barrancos, o Flamengo finalmente assustou. Ronaldinho Gaúcho desviou de cabeça um chutão da defesa que caiu nos pés de Thiago Neves. O meia chutou cruzado e Júlio César salvou, aos 27. No entanto, na sequência de cobranças de escanteio, o camisa 10 cruzou, Renato desviou e Deivid, sem goleiro, abriu o placar, aos 28.

O gol deu tranqüilidade ao Flamengo, que começou a ficar mais tempo com a bola, apesar de não conseguir criar chances de gol. A defesa passou a afastar as bolas cruzadas com mais facilidade. Aos 45, o atacante Liedson ainda tentou um voleio, mas o zagueiro Gustavo desviou a bola para escanteio.

O ímpeto do Corinthians não foi o mesmo nos primeiros minutos do segundo tempo. O Flamengo conseguiu controlar o jogo. Aos sete, o jogo ficou paralisado por quase dois minutos por causa de uma bandeira içada pela torcida, que pairou sobre o campo e demorou para ganhar altura.

A primeira finalização perigosa do Corinthians aconteceu aos nove minutos, quando Ramon arriscou de longe e Felipe defendeu com segurança. A resposta do Flamengo foi meio estabanada. Num cruzamento de Willians, Alessandro cortou mal, mas Deivid não conseguiu controlar a bola para finalizar.

Ao perceber que o Corinthians não conseguia se aproximar da área, o técnico Tite fez sua primeira mudança aos 11 minutos. Ele colocou Willian, atacante de ofício, no lugar de Jorge Henrique, que além de atacar, estava ajudando Alessandro a marcar Ronaldinho Gaúcho, sempre posicionado pelo lado esquerdo de ataque do Flamengo.

Aos 14 minutos, a torcida do Corinthians ficou perto de gritar gol. Chicão cobrou falta no travessão. Pouco depois, no entanto, numa cobrança de lateral de Alessandro, Willians cortou mal e Liedson chutou de primeira para empatar o jogo, aos 17, sem chance de defesa para Felipe.

A pressão do Corinthians aumentou e o jogo começou a ficar parecido com o primeiro tempo. Aos 21, Felipe salvou o Flamengo em bonita cabeçada de Emerson. Num contra-ataque, Thiago Neves levou perigo mais uma vez, driblando Chicão e chutando cruzado, aos 24. Na cobrança de escanteio de Ronaldinho Gaúcho, Thiago Neves quase marcou.

O técnico Vanderlei Luxemburgo resolveu fazer duas mudanças no Flamengo, aos 26 minutos, para tentar melhorar o toque de bola no meio do campo. Maldonado, que voltou ao time depois de cinco meses, deu lugar a Muralha, enquanto Thiago Neves saiu para a entrada de Bottinelli.

O jogo ficou mais amarrado no meio, entre uma série de bolas perdidas dos dois times. Luxemburgo ainda colocou Fierro no lugar de Willians, que saiu de campo machucado. Aos 36, Felipe fez grande defesa em chute de Willian. Tite colocou suas últimas armas em campo, com Danilo e Welder. Aos 43, Liedson garantiu a vitória para o Corinthians.

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS 2 x 1 FLAMENGO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 8 de setembro de 2011 (quinta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Altemir Hausmann e Júlio César Rodrigues Santos (ambos do RS)
Cartões amarelos: Alex, Liedson, Emerson (Corinthians), Maldonado, Thiago Neves, Ronaldinho Gaúcho, Bottinelli (Flamengo)
Público: 35.392 pagantes
Renda: R$ 1.284.311,50

GOLS
Corinthians:
Liedson, aos 17 e 43 minutos do segundo tempo
Flamengo: Deivid, aos 28 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Julio César, Alessandro (Welder), Chicão, Leandro Castán e Ramon; Ralf, Paulinho e Alex (Danilo); Jorge Henrique (Willian), Liedson e Emerson
Técnico: Tite

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Welinton, Gustavo e Júnior César; Maldonado (Muralha), Willians, Renato e Thiago Neves (Bottinelli); Ronaldinho Gaúcho e Deivid
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

null

Leia tudo sobre: FlamengoBrasileirão 2011Corinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG