Com obrigação de vitória, time paulista tenta afastar crise contra rival em alta pós-clássico

O Corinthians lidera o Campeonato Brasileiro há 13 rodadas recebe o Grêmio , 15º colocado, nesta quarta-feira, às 18h, no Pacaembu. E ao contrário do que sugere a tabela, esta partida tem um único time pressionado: e não é aquele que está mais abaixo na classificação.

No duelo de 2010 no Pacaembu, o Grêmio levou a melhor: 1 a 0
Gazeta Press
No duelo de 2010 no Pacaembu, o Grêmio levou a melhor: 1 a 0

Acompanhe e siga as páginas do iG Corinthians e do iG Grêmio no Twitter

Com rendimento de time rebaixado nas últimas nove rodadas, o Corinthians se mantém líder com 37 pontos, mas precisa de uma nova vitória para afastar a crise do clube.Após a derrota no clássico para o Palmeiras, Tite já teve de se reunir com o presidente Andrés Sanchez e viu o CT aberto para receber torcedores a fim de conversar com os jogadores. Eles acabaram falando apenas com os diretores. Novo tropeço, que seria o terceiro seguido, representaria mais pressão para cima do técnico. Tite tenta dançar conforme a música e não se estressa com a sua situação.

Veja como foi o confronto entre Grêmio e Corinthians no primeiro turno

Do lado do Grêmio o clima é oposto. O time faz campanha irregular, soma 21 pontos, mas a vitória contra o Internacional , domingo, no Olímpico, fez a confiança entre os gremistas aumentar e a pressão por resultados diminuir. Porém, uma derrota para o Corinthians pode deixar a equipe na zona do rebaixamento caso Bahia e Atlético-PR vençam suas partidas.

Confira a classificação completa do Campeonato Brasileiro após 19 rodadas

O técnico Celso Roth está confiante e quer que o clássico seja um modelo para o início da campanha no segundo turno. "Temos que manter a atitude porque teremos um outro clássico, não é regional, mas é nacional. Assim, temos uma boa chance de conseguir um resultado positivo. Quem dera eu pudesse entrar na cabeça dos jogadores para colocar um chip, dizendo: 'eu quero que vocês tenham a mesma atitude do Gre-Nal'", disse Roth nesta semana.

Entre para a torcida virtual do seu time e o ajude a subir no ranking nacional

Há apenas dúvida para a formação da equipe. Adilson, volante de origem, e Sessatto, garoto de 20 anos das categorias de base, disputam vaga na lateral direita. No treino da manhã de terça, o menino foi testado. Adilson foi improvisado em três partidas com Celso Roth. Gabriel, o titular, está machucado e Mário, zagueiro que atua por ali, inclusive no último Gre-Nal, suspenso.

Se Grêmio pode cair duas posições nesta rodada, o Corinthians pode não só deixar de ser líder como cair para o quinto lugar. Para isso precisa perder no Pacaembu e que Flamengo, São Paulo, Vasco e Botafogo vençam seus jogos. "Eu não penso nisso. Se nós vencermos nenhum desses quatro passa a gente", disse Tite.

O Corinthians tem duas baixas para o confronto. Leandro Castán, suspenso, é desfalque pela primeira vez no Brasileirão. Paulo André atua ao lado de Chicão na zaga. Alex, contundido, continua fora. Ele tem uma tendinite na coxa direita. Além disso, Tite testa nova formação. Ele saca Jorge Henrique, que vai para o banco, e coloca Edenílson. Assim, o time passa a atuar no "losango".

FICHA TÉCNICA - CORINTHIANS x GRÊMIO
Local:
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 31 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 18 horas (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (GO) e Fábio Pereira (DF)

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Paulo André e Ramon; Ralf, Edenílson, Paulinho e Danilo; Emerson e Liedson Técnico: Tite

GRÊMIO: Victor; Adilson (Spessatto), Vilson, Saimon e Julio Cesar; Fábio Rochemback, Fernando, Douglas, Marquinhos e Escudero; André Lima. Técnico: Celso Roth

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.