Equipe lusitana foi aos 30 pontos e abriu quatro para a Ponte, que segue na vice-liderança da série B

No jogo entre os melhores times do Campeonato Brasileiro da Série B, a Portuguesa não se intimidou com a pressão de jogar no Estádio Moisés Lucarelli, venceu a Ponte Preta por 3 a 0, com gols dos zagueiros Leandro Silva e Mateus e do lateral esquerdo Raí, e aumentou a sua vantagem na liderança da competição. Com o triunfo a equipe lusitana foi aos 30 pontos e abriu quatro para a Ponte Preta, que segue na vice-liderança.

Em um primeiro tempo de muita marcação, as duas equipes não criaram muitas chances de gol. Apostando nos cruzamentos para a área, a Lusa quase abriu o placar após uma falha do goleiro Júlio César, mas foi a Ponte Preta quem criou a melhor oportunidade, em cabeçada de Renatinho no travessão de Weverton.

Na etapa final a Portuguesa voltou melhor e, depois de uma chance com Raí, chegou ao seu gol em sua principal jogada na partida: a bola parada. Após cruzamento de Marco Antônio, o zagueiro Leandro Silva se antecipou ao goleiro Júlio César e cabeceou livre para abrir o placar. Aos 27 minutos, o mesmo Leandro Silva atuou como pivô dentro da área e ajeitou para que Mateus, seu companheiro de zaga, aumentasse a vitória lusitana. Já nos acréscimos, Raí definiu o placar final.

Leandro Silva anotou o primeiro da Portuguesa no Moisés Lucarelli
AE
Leandro Silva anotou o primeiro da Portuguesa no Moisés Lucarelli

Sem muito tempo para descansar, a Portuguesa já volta a campo pela Série B na próxima terça-feira, quando enfrenta o Criciúma, às 21 horas (de Brasília), no Estádio do Canindé. Já a Ponte Preta terá a semana toda para se preparar para a partida contra o Americana, marcada para o próximo sábado, às 16h20 (de Brasília), no Estádio Décio Vitta.

O jogo

Os dois melhores times da Série B realizaram uma partida muito disputada desde os primeiros minutos. Com claras preocupações defensivas, Ponte Preta e Portuguesa demoraram a armar jogadas ofensivas e, quando criaram, não foram felizes nas finalizações na primeira etapa.

A primeira tentativa da Macaca ocorreu aos oito minutos, quando bateu forte de fora da área e viu a bola passar muito perto da trave direita de Weverton. Na sequência, a Ponte passou a realizar boas triangulações entre Ricardinho, Ricardo Jesus e Renatinho, mas o bom posicionamento da zaga da Portuguesa dificultava a penetração campineira.

Enquanto isso, a Portuguesa apostava nos cruzamentos para a área, principalmente nas bolas paradas batidas pelo meia Marco Antônio. Em desses levantamentos, o goleiro Júlio César saiu mal do gol e a bola por pouco não sobrou livre para o atacante Edno abrir o placar.

Logo em seguida a Ponte Preta respondeu o ataque do adversário com grande estilo. Em arrancada pela esquerda, Ricardinho cruzou para Renatinho que, mesmo com sua baixa estatura, subiu muito para cabecear no travessão do goleiro Weverton, naquela que acabou sendo a melhor oportunidade do primeiro tempo.

Na etapa final a Portuguesa voltou melhor e quase marcou aos cinco minutos quando, após bate-rebate na área adversária, Raí chutou para o gol e Júlio César espalmou para a linha de fundo. Um minuto depois, a Lusa conseguiu balançar as redes em cabeçada de Leandro Silva, que aproveitou cruzamento de Marco Antônio e se antecipou ao arqueiro da Macaca na pequena área.

Tendo que buscar a reação, a Ponte Preta se abriu e chegou a assustar o goleiro Weverton em um chute forte de Ricardinho. Entretanto, foi a Portuguesa quem conseguiu chegar ao seu segundo gol, novamente em um lance de bola parada. Após cobrança de escanteio de Marco Antônio, Edno tocou para Leandro Silva, que fez o papel de pivô e ajeitou para Mateus estufar as redes. Já nos acréscimos, Raí invadiu a área, cortou para a perna direita e definiu a vitória da Lusa por 3 a 0.

FICHA TÉCNICA - PONTE PRETA 0 X 3 PORTUGUESA

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 30 de julho de 2011, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Paulo César de Oliveira (FIFA - SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Fábio Rogério Baesteiro (ambos de SP)
Cartões amarelos: Renatinho (Ponte Preta); Weverton, Marco Antônio, Leandro Love, Ferdinando, Marcelo Cordeiro e Leandro Silva (Portuguesa)

Gols:
PORTUGUESA: Leandro Silva, aos seis, Mateus, aos 27, e Raí, aos 46 minutos do segundo tempo

PONTE PRETA: Júlio César; Guilherme, Leandro Silva, Wellington e Uendel; Xaves, Gérson (Márcio Diogo), João Paulo Silva e Renatinho; Ricardinho (Tiago Luís) e Ricardo Jesus (Lúcio Flávio)
Técnico: Gilson Kleina

PORTUGUESA: Weverton; Luís Ricardo, Mateus, Leandro Silva e Marcelo Cordeiro (Renato); Ferdinando, Guilherme, Henrique (Raí) e Marco Antônio; Ivo (Leandro Love) e Edno
Técnico: Jorginho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.