Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Líder Fluminense tenta combater ansiedade na reta final

Jogadores reconhecem que têm sido difícil controlar a vontade de entrar logo em campo para enfrentar o Goiás

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

O ditado diz que time que quer ser campeão não pode escolher adversário. Mas a quatro jogos para o fim do Brasileirão, até que a tabela foi bastante generosa com o Fluminense. Além do Goiás, rival do próximo domingo e penúltimo colocado com 31 pontos, o time carioca enfrenta ainda o Guarani, também na zona do rebaixamento, e São Paulo e Palmeiras, que apesar de gigantes no cenário nacional, praticamente não almejam mais nada na competição.

Mas mesmo com jogaores pregando respeito aos adversários em seus discursos do dia a dia, a única coisa que realmente vem tirando o sono dos líderes do campeonato é a ansiedade. Do mais jovem ao mais experiente, a vontade de entrar em campo e decidir de uma vez o torneio é comum a todos.

Particularmente eu prefiro jogos duas vezes por semana. Quando jogamos apenas no sábado no ou domingo fica difícil manter o foco na partida e segurar a ansiedade. Jogador quer entrar em campo e jogar logo, afirmou Leandro Euzébio.

Carlinhos concorda com o companheiro de defesa e até brinca que quanto menos partidas restam para o campeonato acabar, mais o tempo demora  a passar. Mas, diferente da maioria de seus companheiros, o lateral-esquerdo do Fluminense admite que prefere não controlar a ansiedade.

Na verdade eu procuro viver essa ansiedade no dia a dia, até porque não é toda que vivemos momentos como esse. Sei que é difícil, pois queremos que a hora do jogo chegue logo, mas eu procuro conversar muito com minha mulher e escutar o que ela tem para me dizer. Não é que muitas vezes ela me fala umas verdades que me fazem pensar melhor no jogo seguinte?, brincou Carlinhos, que pediu a presença da torcida do Fluminense no próximo domingo, no Engenhão.

Sabemos que o acesso ao Engenhão é bem mais complicado do que o Maracanã, mas restam apenas quatro jogos e chegou a hora do torcedor mostrar superação e nos apoiar rumo ao título, concluiu.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG