Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Líder, Atlético-MG precisa só de 15 minutos para golear Guarani

Equipe de Dorival Júnior definiu a partida contra o Guarani no primeiro tempo, mas relaxou no segundo

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Com quatro gols em um período de 15 minutos, o Atlético-MG venceu o Guarani, de Divinópolis, por 4 a 2, e segue líder isolado do Campeonato Mineiro. A equipe do técnico Dorival Júnior chegou aos 12 pontos e segue como o único time com 100% de aproveitamento na competição. Os gols foram de Ricardinho, duas vezes, Magno Alves e Neto Berola. Luiz Fernando e Juninho descontaram para os donos da casa, que permanecem no G4.

Agora o Atlético-MG dá um tempo no Estadual e volta suas atenções para a Copa do Brasil. O clube alvinegro estreia quarta-feira, na competição nacional, diante do IAPE-MA. Já o Guarani tem uma semana para arrumar o time, que no próximo domingo vai até Nova Lima para o jogo com o Villa Nova.

O jogo

Com um ataque rápido, formado por Neto Berola e Magno Alves, o Atlético-MG começou o jogo em ritmo alucinante e não deixava o Guarani passar do meio de campo. Com cinco minutos de partida o Atlético-MG já tinha finalizado seis vezes, sendo que duas bolas não entraram por conta de belas defesas do goleiro Fred, em cabeçadas de Leonardo Silva e Magno Alves.

A pressão da equipe da capital não diminuía com o passar tempo. Pelo contrário, o Atlético-MG intensificava o ritmo e a velocidade, fazendo a defesa do Guarani bater cabeça. Serginho e Renan Oliveira tiveram ótimas oportunidades para abrir o placar, mas ambos chutaram para fora.

Foi então que o árbitro Átila Carneiro Magalhães comete seu único erro na partida. O atacante Neto Berola se jogou na área e o juiz assinalou pênalti e ainda mostrou o amarelo para o volante Gilvan, no do Guarani. Aaos 24 minutos, enfim, o Atlético-MG chegava ao primeiro gol, com o meia Ricardinho. E foi o Maestro, como é chamado pelos companheiros, que fez o segundo gol atleticano. O meia marcou depois de boa jogada de Neto Berola pela ponta direita.

O ritmo do Atlético-MG era alucinante e o time de Dorival Júnior queria mais gols. Magno Alves deixou o dele, com um belo chute de fora da área, aos 37 minutos. Logo depois foi a vez de Neto Berola fazer o gol mais bonito da partida. O atacante atleticana recebeu lançamento de Serginho e tocou por cima do goleiro Fred, aos 39 minutos, era o quarto tento do Atlético-MG em 15 minutos de jogo.

AE
Magno Alves e Ricardinho, do Atlético-MG, comemoram gol marcado contra o Guarani em partida válida pela quarta rodada do Mineiro
As posturas de Atlético-MG e Guarani foram bem diferentes no segundo tempo. Enquanto o primeiro apenas queria administrar o tempo e não perder jogador para a estreia na Copa do Brasil, o segundo queria apagar a má impressão do primeiro tempo e mostrar alguma coisa. Tanto que aos dois minutos o meia Luiz Fernando diminuiu a vantagem atleticana.

E o camisa 10 do Guarani ditou o ritmo da etapa final, contra uma equipe preguiçosa e lenta do Atlético-MG. Luiz Fernando teve oportunidade de marcar outro gol em pelo menos duas oportunidades, sendo que em uma delas a bola foi na trave.

Já o Atlético-MG pouco ameaçava o gol de Fred. Ricardinho esteve perto de marcar, depois de passar por dois adversários e parar no goleiro do Guarani. Assim como Mancini, que completou cruzamento de Serginho e só não marcou por conta de outra bela defesa de Fred, que ainda viu a bola bater na trave na sequência do lance. Juninho fechou o placar aos 46 minutos, com um belo chute de fora da área.

No fim o Atlético-MG comemora a sua quarta vitória em quatro partidas. Líder absoluto da competição estadual, é hora de partir para o principal objetivo do semestre, a Copa do Brasil. Quarta-feira é dia de estrear, lá no Maranhão, contra o IAPE-MA.

FICHA TÉCNICA – GUARANI 2 X 4 ATLÉTICO-MG
Local:
Estádio Farião, em Divinópolis-MG
Data: 20 de fevereiro de 2011, domingo
Horário: 16h (horário de Brasília)
Renda: R$ 72.850,00
Público: 4.050 pagantes
Árbitro: Átila Carneiro Magalhães
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Celso Luiz da Silva
Cartões Amarelos: Gilvan e Nilson Sergipano (GUA); Ricardinho (CAM)
Cartão Vermelho: Emerson (GUA)
GOLS:
GUARANI: Luiz Fernando, aos 2 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-MG: Ricardinho, aos 24 e aos 30; Magno Alves, aos 37; Neto Berola, aos 39 minutos do primeiro tempo;

GUARANI: Fred; Carlos César, Filipe, Michel e Fernando Bahia; Jairo (Lima), Nilson Sergipano (Emerson), Gilvan e Luiz Fernando; Thiaguinho e Bruno Fogaça (Juninho) Técnico: José Ângelo
ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Serginho, Leonardo Silva, Werley e Leandro; Zé Luis, Richarlyson, Renan Oliveira (Diego Souza) e Ricardinho; Magno Alves (Ricardo Bueno) e Neto Berola (Mancini) Técnico: Dorival Júnior

Leia tudo sobre: Atlético-MGCampeonato Mineiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG