Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Libertadores completa currículo supercampeão de Muricy Ramalho

Coleção de títulos do técnico santista é inigualável em relação a outros brasileiros. Só falta o Mundial

Levi Guimarães e Samir Carvalho, iG São Paulo |

Após a conquista de sua primeira Libertadores, o técnico Muricy Ramalho, do Santos, deixou a modéstia de lado. Na entrevista coletiva que concedeu no estádio do Pacaembu, o treinador afirmou que merecia esse título e, apesar de apontar o Barcelona como favorito no Mundial de Clubes, já disse que seu time tem sim uma chance de bater os espanhóis , apontados como os melhores do planeta.

Mas pudera. Com a Libertadores, Muricy coroou seu currículo de supercampeão, que inclui também um tricampeonato brasileiro consecutivo pelo São Paulo (2006, 2007 e 2008), mais um nacional pelo Fluminense (2010), seis estaduais (2001 e 2002 pelo Náutico, 2003 e 2005 pelo Inter, 2004 pelo São Caetano e 2011 pelo Santos), além de uma Copa Conmebol com o “expressinho” do São Paulo.

“No final do ano tive uma final [Brasileirão], nesse ano outra [Paulistão] e agora a terceira decisão seguida. Para mim todas são importantes, todos os títulos são importantes”, disse Muricy enumerando suas glórias.

Milton Trajano
Com a chegada de Muricy, o Santos se fortaleceu e foi campeão da Libertadores de 2011

O novo troféu de sua coleção também deixou o treinador – que no ano passado recusou a seleção brasileira para ficar no Fluminense – à vontade para responder àqueles que criticavam sua suposta dificuldade em torneios de mata-mata e, especialmente, na Libertadores.

“Eu não sou treinador de mata-mata, de pontos corridos, de Brasileirão. Eu sou treinador de futebol. Não mexem comigo [as críticas], pois passou, já ganhei vários mata-matas. E agora a Libertadores, que era o único que realmente faltava”, afirmou.

“Único”, por enquanto. A conquista continental levará o Santos e Muricy para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa em dezembro, no Japão. Torneio que ele não poderia mesmo possuir, já que disputará pela primeira vez. E se a já citada chance de bater o Barcelona se concretizar, quem poderá contestar o status de melhor técnico do Brasil frequentemente ligado ao treinador?
 

Leia tudo sobre: santosmuricy ramalhocopa libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG