Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Liberado pelos médicos, Maikon Leite é arma de Muricy no treino

Atacante santista treinou ao lado de Ganso e Neymar nesta segunda-feira, no CT Rei Pelé, e se destacou

Samir Carvalho, iG Santos |

Liberado pelo departamento médico do Santos , o atacante Maikon Leite treinou com os demais companheiros nesta segunda-feira, no CT Rei Pelé. O atleta foi um dos destaques do treino comandado pelo técnico Muricy Ramalho, que apostou nas jogadas de contra-ataque, utilizando Maikon Leite ao lado de Ganso e Neymar .

Entre para a Torcida Virtual do Santos e convide seus amigos 

Muricy dispensou o treino coletivo nesta segunda-feira. O treinador optou por testar as jogadas de velocidade. Muricy postava dois zagueiros, que tentavam evitar as jogadas de três a cinco atletas de ataque. As jogadas também contavam sempre com meias de armação. Ganso, Alan Patrick, Elano e Felipe Anderson faziam a função.

No ataque, além de Maikon Leite e Neymar, o técnico santista utilizou Rychely e Zé Eduardo, todos atacantes inscritos na competição continental. Muricy comandará mais um treino nesta terça-feira, no CT Rei Pelé. Em seguida, a delegação santista viaja para a capital paulista, onde ficará concentrada para a final.

Zé Eduardo fracassa em treino de finalizações
Após testar jogadas de contra-ataque, Muricy realizou treinos de finalizações para fechar as atividades nesta segunda-feira. Zé Eduardo foi o único atleta da atividade a não marcar um gol. Muricy colocou os jogadores em fila na entrada da área, e jogava a bolas com as mãos a meia altura.

Siga o iG Santos no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Como o jogador que marcava o gol deixava a atividade, Zé Eduardo foi o último sair após o meia Alan Patrick acertar uma finalização. Neymar, que só finalizou com a perna esquerda, ficou entre os últimos cinco jogadores que não acertavam o gol. O perdedor teria que passar pelo “corredor polonês”, onde o atleta passa por dois corredores de “agressores”. Porém, Zé Eduardo correu dos companheiros e escapou do corredor.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG