Seis atletas estão em tratamento e correm o risco de desfalcar a equipe no domingo: Miranda, Fernandão, Dagoberto, Fernandinho, Rodrigo Souto e Ricardo Oliveira

O departamento médico do São Paulo terá uma semana árdua de trabalho antes da partida de despedida do clube no Campeonato Brasileiro. Afinal, seis atletas estão em tratamento e correm o risco de desfalcar a equipe diante do Atlético-MG, domingo, no Morumbi. O prazo de recuperação pode até ameaçar o início do período de férias dos jogadores.

"Quem não tiver condições de ficar à disposição para o jogo, pode ser segurado um pouco nas férias, o que ninguém gosta. Mas também não adianta voltar de qualquer jeito", afirmou o médico do clube, José Sanchez.

O caso que mais preocupa para a partida é o do zagueiro Miranda, que ainda se recupera do trauma no joelho direito. Até domingo, a região contundida apresentava um inchaço. Já Fernandão se livrou das dores lombares, mas tem agora uma contratura na panturrilha direita. "Não é grave, será avaliado durante a semana", explicou o médico.

Entre os jogadores com mais chance de liberação está Dagoberto, que evoluiu de um desconforto na coxa esquerda. Fernandinho, por sua vez, tinha boas chances de atuar a rodada passada, depois de se recuperar de um edema ósseo na perna direita, mas uma pancada sofrida na mesma região da contusão atrapalhou a volta. Com dores musculares em função da batida, o atleta ainda tem cautela.

Rodrigo Souto ainda se recupera de dores nas costas, enquanto Ricardo Oliveira melhorou de uma tendinite no joelho esquerdo. Todos serão observados de perto desde esta terça, mas o mais provável é que as definições comecem a ser tomadas na quinta.

O São Paulo encara o Atlético-MG, no domingo, apenas para cumprir tabela no Campeonato Brasileiro e, em seguida, os atletas serão liberados para o período de descanso, com exceção dos que estiverem no departamento médico.

Enquanto seis jogadores trabalham pela liberação, outros dois atletas já sabem que terão um período de férias menor que o do restante do elenco. O goleiro Bosco passou por cirurgia no ligamento cruzado do joelho esquerdo, enquanto o lateral esquerdo Júnior César foi operado depois de romper o tendão de aquiles do pé esquerdo.

Ambos só terão repouso dos trabalhos no CT da Barra Funda entre os dias 20 de dezembro e 1º de janeiro, mas seguirão um cronograma de exercícios em suas casas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.