Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Léo Moura participa de treino tático e está confirmado na quarta

Jogador avisa que Flamengo terá postura parecida à da vitória por 3 a 0 sobre o Horizonte fora de casa

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Vipcomm
Léo Moura treinou neste domingo e estará no time que enfrenta o Ceará na quarta
Em cinco anos de Flamengo, Leonardo Moura jamais ficou três partidas fora por motivo de contusão. Pior: jamais deixou de participar de uma decisão – como ocorreu domingo passado, contra o Vasco, na final da Taça Rio. Vítima de uma lesão no ligamento colateral do joelho direito, o lateral-direito sofreu vendo o time derrotar o rival de São Januário nos pênaltis no clássico que garantiu ao rubro-negro o 32º título estadual e no tropeço em casa para o Ceará, pela Copa do Brasil. Recuperado e confirmado quarta-feira contra o time cearense no jogo de volta das quartas de final do torneio nacional, o jogador fez um desabafo.

“Nunca fiquei tanto tempo parado. Fiquei triste por não ter disputado a final contra o Vasco. Neste período em que estive fora, passou um filme na minha cabeça. Sofri muito nas últimas partidas. Por isso, vou voltar com muita vontade de querer dar esta classificação para os meus companheiros e para os fisioterapeutas que perderam muito tempo comigo fazendo tratamento”, disse Leonardo Moura.

Para o Flamengo se classificaçar, o time precisa vencer por diferença de dois gols, já que no Engenhão, quinta passada, o Ceará venceu por 2 a 1. Mesmo placar leva a decisão para os pênaltis, e vitória rubro-negra por diferença de um gol acima de 3 a 2 também coloca o atual campeão carioca nas semifinais da competição.

Na manhã deste domingo, Leonardo Moura participou de um treino tático comandado por Vanderlei Luxemburgo. Foi o primeiro trabalho com bola desde que se machucou, na semifinal da Taça Rio, contra o Fluminense. Temeroso, o lateral revela ter chutado o chão no começo da atividade para se certificar que não sentiria dores ao bater na bola.

Agora que está confirmado, acredita que o Flamengo terá condições de reverter a situação na capital cearense. A exemplo do jogo com o Horizonte-CE (empatou no Rio e venceu por 3 a 0 fora de casa), o lateral diz que o time deve atuar da mesma forma. Se possível, fazendo um gol nos primeiros 20 minutos.

“Estou no Flamengo há muitos anos e sei que o time cresce nessas horas, cresce na final. Não podemos sair desesperados, mas, com cautela, podemos conseguir o resultado lá dentro, sim. É mais uma decisão para mim. Então, vamos neutralizar as jogadas deles e não deixar que eles ganhem confiança dentro de campo. Desse jeito, a gente terá como agredir o adversário. Confio na força do Flamengo nestes momentos”.
 

Leia tudo sobre: Flamengoléo mouracopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG