Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Léo desabafa. Adilson defende e pede calma ao lateral esquerdo

Um dos mais experientes do elenco, lateral reclamou da desconfiança que recai sobre os veteranos

Gazeta |

nullApesar da vitória de 2 a 0 do Santos sobre o São Paulo, neste domingo, o lateral esquerdo Léo deixou o gramado da Arena Barueri ressentido com algumas críticas que foram feitas ao seu futebol. Após ter feito uma boa atuação no clássico em que a sua equipe saiu vencedora, o camisa 3 do Santos resolveu desabafar contra aqueles que minimizam a importância dos jogadores experientes nos times de futebol.

"O desrespeito é muito grande. Não podemos esquecer que os mais experientes têm história no futebol e devem ser respeitados por causa disso. Os mais velhos podem servir de exemplo para os mais novos, tanto no que diz respeito aos erros quanto nos acertos", afirmou Léo, que continuou rebatendo a, segundo ele, desconfiança que recai sobre os veteranos.

"Eu não tenho medo de críticas. Sou um atleta de personalidade. Sei das minhas responsabilidades e do meu valor para o grupo. Só não entendo a razão da história dos jogadores mais experientes não ser tão respeitada. É um absurdo. Na Europa, não é assim", destacou o veterano lateral, que defendeu o Benfica (Portugal), quando atuou no futebol europeu.

Questionado sobre os comentários de Léo, o técnico Adilson Batista procurou reforçar a sua confiança na capacidade do ala, ídolo da torcida santista. "É um jogador experiente, que a gente confia. O Léo está acostumado a grandes partidas, títulos. É um cara que sabe chamar o jogo, controlar a posse da bola, dosar o ritmo. Peço que ele fique tranquilo e acredite no trabalho que está fazendo. Não sofro interferência no comando da equipe. Tem gente que fala muita coisa, faz pressão, têm ligações, mas isso comigo não tem efeito nenhum", comentou.

Leia tudo sobre: SantosCampeonato Paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG