Atacante disse que tem a imagem de um jogador que não se recupera nunca e colocou em dúvida a competência dos médicos do time

Devido a contusões e atritos com a diretoria, a passagem de Lenny pelo Figueirense não tem sido como o atacante imaginava. Em oito meses de clube, ele ficou apenas nove minutos em campo, e, em agosto, acabou afastado do time . Questionando a competência do departamento médico alvinegro, o jogador teme receber o mesmo estigma do meia Pedrinho, ex- Vasco e Palmeiras , que, após seguidas lesões, foi apelidado de 'Podrinho'.

"O mais prejudicado sou eu mesmo. Minha imagem está saindo como a do 'novo Podrinho', que não fica bom nunca, e por culpa de quem?", escreveu o jogador no twitter, para depois por em dúvida a competência dos médicos do Figueirense.

"Queria estar jogando futebol profissional, e não apenas com os amigos. Mas antes nem isso dava. Culpa de quem? Só minha? Quando um cara fica ruim, ele só se recupera com a ajuda de bons profissionais. E será que eles foram bons o suficiente?", completou.

A insatisfação com a equipe médica do Figueirense fez, inclusive, Lenny procurar o Palmeiras para tratar sua última lesão, em agosto. O atacante defendeu a equipe do Palestra Itália de 2008 a 2010, e sua passagem pelo clube também foi marcada por lesões, como uma fratura no pé direito e uma cirurgia no joelho direito, que fizeram com que ele perdesse grande parte dos compromissos alviverdes. Mesmo assim, Lenny revela certo arrependimento por ter deixado a equipe paulista no início do ano

"Foi opção minha sair do Palmeiras. Por achar que teria mais tranquilidade para voltar a jogar, aceitei reduzir o salário (para fechar com o Figueirense). Tinha mais um ano de contrato com um clube enorme, com ótima estrutura. Posso ter errado, mas só acerta ou erra quem opta por alguma coisa."

Com vínculo com o Figueirense até dezembro de 2011, o atacante, que pertence à Traffic, continua recebendo salário, mas treina fora das dependências do clube catarinense. Aos 23 anos, ele quer superar os problemas que tem passado e acertar com uma nova equipe, para desempenhar o futebol que o fez surgir como reveleção no Fluminense , em 2005. "Sou só um jovem que queria estar bem para poder estar em campo, jogando, me divertindo, fazendo o que eu mais gosto", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.