Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Lembra dele? Freddy Adu pode jogar no futebol espanhol

Eterna promessa norte-americana está em período de treinamentos no Rayo Vallecano

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Na metade da década passada, o futebol norte-americano se mobilizou com o surgimento de um jogador que todos acreditavam ser o novo Pelé. Apelido, inlcusive, que foi dado ao atacante Freddy Adu. Em 2006, com apenas 14 anos de idade, ele fez sua estreia na MLS (Major League Soccer) pelo DC United, se tornando o atleta mais jovem a atuar numa liga profissional do país.

E MAIS: No começo de 2011, Freddy Adu quase jogou na 2ª divisão da Alemanha

Hoje, com 22 anos, Adu já tem no currículo sete passagens sem sucesso por clubes de todo mundo. Depois do DC United, ele atuou por Real Salt Lake, também dos EUA, Benfica-POR , Mônaco-FRA, Belenenses-POR, Aris-GRE, Rizespor-TUR e Philadelphia Union-EUA. Além dessas equipes, ele chegou a fazer testes e atuar no time reserva do Manchester United-ING .

Site oficial
Freddy Adu no Rayo Vallecano
Agora, a eterna promessa pode atuar no futebol espanhol, mais precisamente com a camisa do Rayo Vallecano, atual 16º colocado na primeira divisão e seriamente ameaçado pelo rebaixamento. Freddy Adu está realizando um período de treinamentos no clube e pode assinar contrato nos próximos dias se for aprovado.

Leia últimas notícias de futebol internacional

Em entrevista ao diário "AS", Adu disse que realizará um sonho se conseguir atuar na liga espanhola. "Amo o futebol espanhol. Por enquanto só estou treinando, mas seria um sonho jogar na Espanha. Desde pequeno sempre assisti jogos da Liga. O futebol de toque de bola e velocidade que se joga aqui me encanta. É o melhor campeonato do mundo", disse o atleta.

Adu disse que o Rayo Vallecano já havia tentado sua contratação na época da Copa Ouro, em 2011, mas o jogador ainda tinha contrato com o Philadelphia Union. "Como a temporada nos Estados Unidos terminou, estou nessa fase de testes aqui", disse o atacante.

Veja como está a classificação atualizada do Campeonato Espanhol 2011/2012

Nascido na cidade de Tema, em Gana, mas naturalizado norte-americano, Freddy contou como teve sorte na chegada aos EUA. "Minha mãe ganhou uma autorização para morar nos Estados Unidos e nos mudamos. Era uma possibilidade de uma em um milhão. Se eu tivesse ficado em Gana, com certeza eu também seria um jogador de futebol", avaliou.

nullEstrear com 14 anos de idade na liga profissional foi bom para Adu, que conseguiu dar uma melhor condição financeira para sua família, que era pobre. Mas ele admite que havia muita pressão em cima das suas atuações.

"Me chamaram até de novo Pelé. Mas isso me fez pular várias etapas no meu aprendizado e foi importante para o meu crescimento", comentou o jogador, que ainda não alavancou a carreira.

LEIA TAMBÉM: Cachorro de Diego some e meia brasileiro faz apelo no Twitter

"Sair do meu país acarretou muita pressão. Cheguei a um clube grande como o Benfica com muitos olhos sobre mim e isso me trouxe mais pressão. Agora quero evoluir tranquilamente. Tenho 22 anos e acredito que voltarei à Europa", completou.

Além de ser contratado pelo Rayo Vallecano, Freddy Adu tem um outro objetivo na carreira. Com idade olímpica, ele pretende defender os Estados Unidos nos Jogos de Londres, no meio deste ano. "Gostaria de jogar os Jogos Olímpicos. Eu estava em Pequim em 2008 e foi incrível. Agora é a minha principal meta. E lá terão muitos olheiros, o que me motiva para fazer meu melhor", finalizou o norte-americano.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG