Mogi Mirim será o palco do duelo contra Santos, na última rodada. Treinador lamentou ausência de Rivaldo

A contragosto, o São Paulo vai receber o Santos pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro na cidade de Mogi Mirim. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) alterou o local da partida do Morumbi para o interior paulista sem consultar o clube tricolor , que pretendia encerrar a sua participação no torneio nacional jogando no seu próprio estádio.

Leão não poderá contar com Rivaldo no duelo de domingo contra o Santos, em Mogi Mirim
Vipcomm
Leão não poderá contar com Rivaldo no duelo de domingo contra o Santos, em Mogi Mirim
São Paulo está em 8º no Brasileirão. Veja a classificação completa do torneio nacional

"É óbvio que eu quero jogar na minha casa, não no vizinho. Mas, nas circunstâncias que se apresentaram, vai que vai. Não tenho que comentar essa mudança, só tenho que respeitar a decisão", disse o técnico Emerson Leão, que, pelo menos, traz boas recordações do estádio em Mogi.

Curiosamente, a última partida do treinador no comando tricolor na sua primeira passagem aconteceu na cidade paulista, na rodada final do Campeonato Paulista de 2005. No dia 17 de abril daquele ano, vitória por 2 a 1 sobre o Mogi Mirim, gols de Grafite e Souza. Alguns dias antes, em 3 de abril, também em Mogi, o São Paulo empatou com o Santos e conquistou o título estadual.

Siga o iG São Paulo no Twitter

Leão lamentou também a ausência do meia Rivaldo na partida em Mogi Mirim. O camisa 10 do São Paulo começou sua carreira no palco do jogo de domingo e, por conta da expulsão no clássico diante do Palmeiras, está suspenso. Inclusive, antes de assinar contrato com o clube da capital, Rivaldo atuava como presidente e jogador do Mogi Mirim.

"Eu talvez esteja mais chateado que o Rivaldo. Até por ser um jogo na casa dele. Quando ele tocou a bola, o rapaz (Gerley) deu nele e o derrubou. Uma ação gera uma reação, mas o Rivaldo não deu um tapa nele. Até tive uma conversa boa com o Rivaldo e eu disse da minha chateação que ele não vai poder estar nem concentrado", avaliou Leão.

LEIA TAMBÉM: Clássicos regionais são a aposta de Leão na busca por Libertadores
E MAIS:
Leão dá pistas de que vai continuar no São Paulo e nega férias a Rivaldo

O jogo diante dos santistas é de extrema importância para o São Paulo. A equipe precisa vencer o rival regional e ainda torcer por três resultados para conseguir uma vaga na próxima edição da Libertadores. Coritiba, Inter e Figueirense não podem vencer Atlético-PR, Grêmio e Avaí para, assim, ajudarem os são-paulinos.

São-paulinos são maiores que santistas na Torcida Virtual. Ajude seu time

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.