Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Leão vê São Paulo 'sem show, mas com futebol suficiente'

Técnico repete que, até o mês de abril, será cedo para cobrar um futebol vistoso do time do Morumbi

Gazeta |

O técnico Emerson Leão costuma dizer que gostaria de começar a ser cobrado por rendimento apenas a partir do mês de abril, quando completa seis meses no São Paulo. Com o elenco completamente reformulado de uma temporada para outra, o time do Morumbi confiou no treinador para formar uma equipe entrosada.

Até a oitava rodada do Campeonato Paulista foram cinco vitórias, dois empates e uma derrota, mas esta última justamente no clássico contra o Corinthians. O time é quarto colocado na tabela de classificação e só encantou sua torcida de verdade nas vitórias diante de Ponte Preta e Paulista de Jundiaí.

Na véspera da partida contra o Bragantino, e tendo o Palmeiras para enfrentar no domingo, em Presidente Prudente, Leão fez uma análise do atual momento da equipe.

"Às vezes você demora um pouco mais ou menos, mas acerta. O time não está dando show, mas está tendo vitórias suficientes para sua classificação no Campeonato Paulista. Nossa necessidade é ficar entre os quatro e ali estamos. Nós temos que cobrar não só dos atletas, mas também de mim em abril. Lá eles estarão na plenitude da forma e eu vou ter a equipe definida", comentou o técnico do São Paulo.

Quanto à constante pressão e cobrança após a derrota contra o Corinthians, Leão alivia: "Você é cobrado a partir do momento em que coloca a ponta da caneta no papel para assinar o contrato. Quando você chega em um time montado gosta de ser cobrado, mas quando você monta com outras peças é outra coisa. Estou nesse segundo parâmetro, ainda montando a equipe que eu entendo ser ideal".

De fato, a reformulação promovida por Leão e pela diretoria do São Paulo foi extensa. Foram embora 12 jogadores, como Bruno Uvini (Tottenham-ING), Juan (Santos), Henrique (Granada-ESP), Cléber Santana (Avaí), Juninho (LA Galaxy-EUA), Carlinhos Paraíba (Omiya Ardija-JAP), Jean (Fluminense), Marlos (Metalist-UCR), Rivaldo (Kabuscorp-ANG), Xandão (Sporting-POR) e Dagoberto (Inter).

Enquanto isso, a equipe anunciou a contratação de outros oito nomes, sendo cinco anunciados na véspera de natal (Bruno Cortez, Fabrício, Maicon, Edson Silva e Paulo Miranda), além do atacante Osvaldo, do meio-campista Jadson e do lateral direito Douglas, ex-Goiás.

Todos já estrearam, exceto Fabrício, que entra em campo na quarta-feira, diante do Bragantino, pela primeira vez, e Douglas, cuja previsão mais otimista de recuperação é de 30 dias.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG