Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Leão minimiza entrevero e vê brigões como "fósforo e gasolina"

Técnico do São Paulo trata a discussão entre os dois jogadores de forma bem-humorada

Gazeta |

Emerson Leão abriu durante sua entrevista coletiva um sorriso tão largo quanto o que exibiu ao selar a paz entre Casemiro e Marlos após ambos discutirem no coletivo desta sexta-feira. O entrevero teve palavrões e acabou com o meia-atacante expulso do treino por cerca de 20 minutos, mas o técnico crê que foi inteligente o suficiente para superar o episódio.

Leia mais: Marlos discute com Leão e Casemiro e é expulso do treino

"Era o fósforo e a gasolina. Tirei o fósforo e afastei a gasolina. Alguns mandariam acender", falou o treinador, que, no intervalo do coletivo, fez com que ambos se abraçassem e recolocou Marlos como colega de Casemiro na segunda parte da atividade.

São Paulo está em 7º no Brasileiro. Veja como está a classificação do torneio

"Eles tiveram um desentendimento momentâneo, uma coisa que acontece até dentro dos nossos lares. O mais inteligente os aproxima e resolve o problema. Foi uma coisa tão simples que resolvemos com mais simplicidade ainda", enalteceu o comandante, confirmando que o camisa 11 usou palavrões ao discutir com Casemiro.

Siga o iG São Paulo no Twitter

O lance de discórdia foi um conta-ataque que tinha só Rhodolfo no campo de defesa. Casemiro, em vez de lançar para Marlos, que estava livre, preferiu tentar encobrir Rogério Ceni, mas o chute, saído do círculo central, foi fraco demais, tanto que a bola chegou pingando à área. Marlos reclamou com o volante, respondeu Leão e saiu.

"A chamada de atenção de um para outro é normal. Você não vai pedir dá licença, quero te falar para não fazer isso', até porque a bola continua correndo. Acho válido. O excesso é que não podemos permitir", ensinou o chefe.

Para Leão, a lembrança que fica do episódio é bem-humorada. Tanto que, enquanto os dois se abraçaram e apertaram as mãos, mas continuaram discutindo, Leão sorria muito. "Enquanto eles estavam rabugentos, fiquei dando risada", continuou alegre ao falar do assunto.

Leia tudo sobre: leãocasemiromarlosfósforogasolinasão paulobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG