Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Leão lamenta reestreia ruim e desfalque de Luis Fabiano

São Paulo perdeu por 2 a 0 para o Libertad, foi eliminado da Copa Sul-Americana e viu atacante deixar gramado lesionado

AE |

selo

EFE
Juan pouco fez para evitar eliminação do São Paulo na Copa Sul-Americana diante do Libertad
O técnico Emerson Leão teve uma reestreia bem pior do que esperava sob o comando do São Paulo . Além de ver o time cair por 2 a 0 diante do Libertad , em Assunção, e ser eliminado da Copa Sul-Americana , amargou pelo menos um desfalque de peso para o jogo do próximo domingo, contra o Vasco, às 16h, em São Januário, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante Luis Fabiano deixou o duelo da última quarta-feira à noite com uma lesão muscular na coxa e já foi vetado da partida no Rio, enquanto Rogério Ceni, com dores no tornozelo esquerdo, passou a ser dúvida.

E os problemas de Leão para domingo não param por aí. O atacante Dagoberto, suspenso, não enfrentará o Vasco. A eliminação na competição continental e o acúmulo de desfalques foram lamentados pelo treinador, que agora terá de se concentrar apenas no Brasileirão neste final de temporada. "Infelizmente foi desagradável o resultado contra o Libertad. Ainda perdemos o Luis Fabiano, não temos Dagoberto e dificilmente teremos o Rogério Ceni. Quando notícia ruim chega, ela não chega devagar, chega em quantidade e repetições", afirmou o comandante.

LEIA TAMBÉM: Leão não resolve e São Paulo é eliminado da Copa Sul-Americana

Leão, porém, evitou ser pessimista ao falar sobre o atual momento do São Paulo, que ocupa a sexta posição do Brasileirão, no qual o time está há sete jogos sem vencer uma partida. "Esse é o momento que você tem de ter bom senso para trabalhar através do diálogo, conversa, reunião em relação aquilo que devemos fazer para domingo e melhorar a equipe", acrescentou o técnico.

O desfalque de Luis Fabiano para o jogo de domingo foi confirmado já na noite da última quarta pelo médico do São Paulo, José Sanchez. "O clube está no momento de precisar de todo mundo. O Luís sabe disso e quer participar. Mas ele teve uma dor, um edema. Sentiu hoje (quarta-feira) uma dor que não foi forte. Mostra uma alteração que existe no local. Não podemos correr risco com ele", ressaltou o médico.

Sanchez também mostrou apreensão com a situação de Rogério Ceni, que foi substituído por Denis durante a partida contra o Libertad e tem grande chance de desfalcar o São Paulo no domingo. "O Rogério preocupa. Conversei com ele no vestiário e ele está extremamente preocupado", revelou o médico.

E AINDA: Expulso no fim, Juan diz que foi chamado de "macaco" pelo árbitro

O próprio Rogério admitiu que dificilmente estará em campo diante dos vascaínos. "Para o próximo jogo é difícil. É uma dor muito forte quando estico o pé. A bota de esparadrapo alivia um pouco, mas a dor é muito forte", disse o goleiro.

Caso seja realmente vetado da partida contra o Vasco, Rogério irá encerrar uma incrível sequência de 133 jogos seguidos como titular do São Paulo. A última vez em que ele não esteve entre os 11 titulares foi na segunda rodada do Campeonato Paulista do ano passado, quando Bosco foi escalado no empate por 1 a 1 com o Mirassol, fora de casa.

Leia tudo sobre: são paulocopa sul-americana 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG