Atacante havia admitido que sua ausência ante Atlético-PR aconteceu por ordens do presidente, mas o treinador não confirmou o fato

Depois de Dagoberto revelar que ficou de fora do jogo da última quarta-feira, contra o Atlético-PR, por influência do presidente do São Paulo Juvenal Juvêncio , o técnico Emerson Leão tratou de desmentir o atacante e disse que o tirou do time titulr na Arena da Baixada por opção tática.

Leão conversa com Dagoberto no treino
Vipcomm
Leão conversa com Dagoberto no treino
Siga o iG São Paulo no Twitter

"O Dagoberto sabia que ele iria para lá (Curitiba), estava concentrado como todos os outros. No ensaio para o jogo ele já tinha perdido a titularidade no treino. Mativemos os dois flancos marcadores, e ele não sabe fazer isso", disse Leão, que deve promover o retorno do artilheiro do time na temporada já no sábado, contra o América-MG.

"Agora ele volta numa outra função. Falei para ele que o presidente não interferiu em absolutamente nada, a responsabilidade é minha", completou o comandante. Nesta sexta, Leão fez um coletivo e armou o time com três atacantes, com Dagoberto entre os titulares . Porém, sem Casemiro, que deverá começar no banco de reservas mais uma vez.

O volante entrou no primeiro tempo do duelo contra o Atlético-PR, na vaga do lesionado Carlinhos Paraíba, mas deixou o campo nos primeiros minutos do segundo tempo. A situação deixou Casemiro bastante chateado , já que pela primeira vez na carreira ele entrou e saiu na mesma partida. E Leão comentou a "tristeza" do camisa 8.

LEIA TAMBÉM: Leão arma o São Paulo com três atacantes para enfrentar o América-MG
E MAIS: Rogério Ceni discorda de Leão e diz que o São Paulo não é primoroso faz tempo

"O Casemiro deveria estar chateado porque jogou mal, ele não foi bem, não estava com brilho próprio. E pra não prejudicá-lo mais ainda, ele saiu", contou o técnico, que deve colocar Cícero como volante neste sábado. "O Casemiro é um atleta que é um 3º volante ofensivo e coincide com o Cícero. E o Cícero está melhor preparado hoje, por isso foi escalado. O simples é o que rende, não a invenção", finalzou Leão.

Visando uma vaga na Libertadores de 2012, o São Paulo precisa vencer o América-MG, em casa, e depois passar pelos dois rivais regionais nas duas útimas rodadas - a equipe enfrenta Palmeiras, no Pacaembu, e Santos, no Morumbi, fechando a participação no Campeonato Brasileiro.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e deixe o clube em 1º lugar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.