Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Leão confirma Rogério Ceni fora e faz mistério sobre Rivaldo

Técnico não vai contar com o goleiro, mas deu a entender que o meia pode jogar mais adiantado contra o Vasco

AE |

selo

Depois de armar o São Paulo no esquema 3-6-1 em treino realizado na manhã desta sexta-feira, deixando o time agora com três zagueiros, Emerson Leão confirmou que Rogério Ceni ficará fora da partida contra o Vasco, neste domingo, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. O goleiro está com dores no tornozelo esquerdo e o técnico irá escalar Denis em seu lugar.

São Paulo está em sexto no Brasileirão. Veja a tabela

Além de adiantar a ausência de Rogério diante dos vascaínos, o treinador resolveu fazer mistério sobre o aproveitamento ou não de Rivaldo como titular. O experiente meia entrou no lugar de Marlos durante o treino desta sexta, depois de ter sido descartado pelo comandante da partida contra o Libertad, na última quarta-feira, em Assunção, onde o time são-paulino caiu por 2 a 0 e foi eliminado da Copa Sul-Americana.

Ao ser questionado sobre quem escolherá entre Rivaldo e Marlos, Leão respondeu: "Ainda não sei qual vou escalar. É uma questão de decidir entre a velocidade e a experiência". Em seguida, ele explicou que com pentacampeão mundial o time ganha mais na articulação, enquanto com Marlos a equipe fica mais veloz.

Leia também: Dagoberto faz mistério sobre acerto com Inter

Embora tenha feito mistério, Leão revelou que pretende usar Rivaldo mais adiantado no São Paulo, com o craque poupando gás para poder ajudar mais o time no ataque durante todo o jogo. "Não defini ainda quem joga, mas eu proibi o Rivaldo de voltar para buscar a bola com os volantes. E em um time como o São Paulo, os volantes têm de saber sair jogando", acrescentou o comandante. Até por essa necessidade de os volantes ajudarem mais no ataque, Carlinhos Paraíba foi mantido como volante titular, tendo em vista a sua velocidade e característica ofensiva.

Já ao comentar o desafio que será encarar o Vasco, Leão destacou que esse tipo de confronto poderá fazer bem ao São Paulo, que tenta encerrar uma sequência de sete partidas sem vitórias no Campeonato Brasileiro. "Meus primeiros jogos no comando do time são fora de casa, e nada melhor do que vencer o líder. É a caça ao líder, a gente tem que pensar assim no Rio de Janeiro", enfatizou.

Leão também aproveitou o fato de o São Paulo não poder atuar diante do Vasco para cobrar maior poder de liderança dos mais jovens. "O time tem que ter novas vozes", ressaltou.

Leia tudo sobre: São Paulobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG