Goleiro são-paulino era dúvida por dores no ombro e dará lugar a Denis contra o Botafogo-SP

O goleiro Rogério Ceni , que sofreu um estiramento no ombro direito, não vai entrar em campo no próximo domingo, contra o Botafogo-SP, no Morumbi, na estreia do São Paulo pelo Campeonato Paulista. O técnico Emerson Leão espera contar com ele para a terceira rodada, dia 28, contra o São Caetano.

Leia também: Jadson chega ao Brasil, visita CT e assina com o São Paulo

"O Rogério vinha treinando normalmente, tomou um comprimido para descansar melhor e dormiu. Quando acordou, foi fazer uma atividade comum, como pentear o cabelo, se barbear ou escovar os dentes, e ouviu um barulho estranho. O barulho se transformou em uma dor. Ele parou de treinar, fez ressonância e a chance de jogar é zero", explicou o comandante, que não informou quem usará a braçadeira de capitão.

Ceni  não aparece no campo desde a manhã de domingo. Como Leão se recusa a escalar algum atleta no sacrifício - no ano passado, foi o primeiro a barrar o ídolo depois de 133 jogos seguidos -,  Denis está garantido como titular para o fim de semana. 

E ainda: Paulo Miranda sente a coxa e pode ser nova baixa do São Paulo

O veto à sua escalação diante do time de Ribeirão Preto tem ainda um agravante para o goleiro lamentar: no domingo, ele completará 39 anos de idade e não poderá comemorar em campo.

O volante Fabrício , trazido do Cruzeiro, tem um edema no calcanhar e também está descartado. Os zagueiros João Filipe e Paulo Miranda não têm presença certa, já que estão com dores musculares.

O Tricolor deve entrar em campo com a seguinte formação: Denis; Piris, Rhodolfo, Edson Silva e Bruno Cortês; Wellington, Denilson, Cícero e Lucas; Fernandinho e Luis Fabiano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.