Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Leão concorda que Cotia não resolverá todos os problemas do time

Treinador sugere que excesso de expectativa sobre a base pode ter consequências complicadas para futuros talentos

Marcel Frota, especial para o iG, em São Paulo |

Tão cultuado, propagado e também motivo de discórdia com treinadores são-paulinos no passado, o Centro de Treinamento de Cotia, espécie de maternidade para os eventuais novos talentos do São Paulo, não fornecerá um time completo ao clube. A opinião é do técnico Emerson Leão, que compartilhou da tese de que pode haver um excesso de expectativa com relação ao jovens que treinam no centro.

São Paulo está em oitavo no Brasileirão. Veja a tabela

Leão concordou quando questionado se isso não poderia gerar responsabilidade em demasia com consequências complicadas para o futuro desses jogadores. “Nenhuma base têm atletas suficientes para que se tragam todos e eles deem conta do recado. Se conseguirmos, por temporada, retirarmos um atleta de elite, está excelente, cobriu todos os problemas da base”, analisou o treinador.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba informações do seu time em tempo real

De acordo com o comandante são-paulino, o trabalho deve ser no sentido de viabilizar mais revelações. Para Leão, os olhos também deveriam ser voltados para jogadores de qualidade que poderiam nascer no Centro de Treinamento de Cotia, mas que não necessariamente sejam novas estrelas internacionais.

“Costumo dizer que coadjuvantes também ganham Oscar, só que todo mundo quer ser estrela, não dá. E muita estrela num filme só, não fica legal. Pode assistir a um filme com muita estrela, não é legal. É mesma coisa tentar formar uma artista perfeita, vai somando, vai sair um monstro porque não tem o equilíbrio, não foi criado para isso. Então acho que precisamos ter esse equilíbrio”, avaliou Leão.

 

 

Leia tudo sobre: Brasileirão 2011São Paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG