Porém, aproveitamento do treinador desde que retornou ao clube paulista é bastante baixo

Emerson Leão, técnico do São Paulo
AE
Emerson Leão, técnico do São Paulo

Neste dia 24 de novembro, Emerson Leão completa exatamente um mês de trabalho no São Paulo . No seu retorno ao clube paulista, o treinador já dirigiu a equipe em seis oportunidades, com duas vitórias conquistadas, um empate e três derrotas - o equivalente a um baixo aproveitamento de 38,9% dos pontos. Se por um lado os números não são muito bons, por outro a chegada do técnico é aprovada pelos jogadores.

Siga o iG São Paulo no Twitter

O lateral esquerdo Juan , por exemplo, que chegou a ficar de fora da equipe por deficiência técnica e que retornou recentemente ao time titular, disse que a conversa com os jogadores é a principal virtude de Leão. "Ele tem o jeito dele, estamos aprendendo a lidar, não tem nenhum tipo de problema. Conversado olho no olho as coisas se resolvem", avaliou o camisa 6.

Leão cobra Fernandinho no treino
Vipcomm
Leão cobra Fernandinho no treino
Mesma opinião tem o atacante Fernandinho , que vem sendo mais aproveitado na equipe com o novo comandante. "O Leão me passa confiança, tem feito aquilo que precisamos e dá liberdade aos atletas", comentou o camisa 12, que é bastante cobrado pelo técnico nos treinamentos.

E MAIS: Para o atacante Fernandinho, dinheiro é o que não falta no São Paulo

"Essa cobrança me ajuda bastante. E ser cobrado por um cara que jogou Copa do Mundo, experiente, é muito bom. Agradeço a deus por trabalhar com ele", completou Fernandinho.

Leão firmou contrato com o São Paulo até o fim de 2011. Assim, sua permanência para a próxima temporada ainda é uma incógnita, mas Fernandinho espera continuar trabalhando com o treinador no ano que vem. "É um grande treinador, nos ajuda bastante, aperfeiçoa cada jogador nas suas caracteristicas. Eu ficaria feliz com a permanência dele aqui", contou.

LEIA TAMBÉM: Desde que se profissionalizou, Lucas só disputou metade dos clássicos
São Paulo está em 7º no Brasileirão.
Veja como está a classificação completa do torneio

Outro que vê melhoras na equipe é o volante Jean. O atleta passou por maus bocados sob o comando de Adilson Batista, quando quase chegou a deixar o São Paulo, mas reconquistou a confiança com Leão. "O Adilson não conversava comigo. O Leão já conversou, já veio falar comigo. Se ele me cortou de dois jogos foi quando ele chegou, ainda estava começando o trabalho", avaliou o camisa 2.

Para melhorar seu aproveitamento, Emerson Leão terá dois clássicos pela frente nas duas últimas rodadas do Brasileirão. No domingo, o desafio é contra o Palmeiras. Uma semana depois, o São Paulo encara o Santos. O objetivo do treinador é levar a equipe paulista de volta à Libertadores, e o sucesso passa por bons resultados nessas partidas.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e deixe o clube em 1º lugar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.