Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Leão "castiga" Marlos em treino de finalizações no São Paulo

Meia-atacante foi um dos mais cobrados pelo treinador e teve que pagar seus erros com sequência de polichinelos

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Site oficial
Marlos em ação no treino desta terça-feira
Uma das principais características dos treinamentos de Emerson Leão neste seu retorno ao São Paulo é a descontração. De acordo com o comandante, trabalhos desse tipo são bons para que os atletas relaxem e executem as atividades sem perceber o tempo passar. E no treino desta terça-feira, exclusivamente de finalizações, quem errasse pagava um "castigo" com uma sequência de polichinelos.

Siga o iG São Paulo no Twitter

Titular nos dois jogos sob o comando de Leão, Marlos foi um dos mais cobrados e castigados pelo treinador. "Não peguei no pé dele, foi ele que errou demais. Os fundamentos serão necessários com o Marlos, ficarei mais tempo com ele com prazer. Ele tem técnica e vai aprender. Com o Robinho (no Santos) foi assim, ele aprendeu rápido. O importante é terminar o treino com alegria e foi o que sentimos hoje", disse Leão.

> São Paulo avisa que quer compensação financeira do Inter para liberar Dagoberto
> Destaque do time no Rio de Janeiro, Denis diz que não teme virar "novo Grafite"

O técnico admitiu também que seus trabalhos servem para que um atleta introvertido seja destacado no grupo de jogadores, como no caso de Marlos, que se mostra um dos mais tímidos do elenco são-paulino. "Às vezes eu faço um tímido pagar mais, faço ele errar. Às vezes eu conduzo para o erro para que ele se torne mais notável no grupo. E às vezes é automático, os inteligentes pagam menos", comentou Leão.

Duas horas de muito chute a gol, polichinelo e clima de alegria no CT da Barra Funda. Foi assim o treino comandado pelo técnico Emerson Leão, que bateu novamente na tecla de que a repetição é fundamental para o aprendizado. Ele disse ainda que o jogador brasileiro não sabe se posicionar para chutar uma bola a gol e que pretende aprimorar isso no São Paulo.

"Busco a essencia do futebol, que é o domínio do fundamento para uma boa finalização. Eu cobro um pouco mais e vou ensinando detalhes, podemos corrigir algumas coisas. Essa repetição dá uma confiança maior para o jogador. O jogador brasileiro tem erro de postura, coloca o pé de apoio errado, por exemplo. No coletivo, se ele não fizer o que foi realizado no treinamento, vou falar na orelha dele", finalizou Leão.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e deixe o clube em 1º lugar

 

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011MarlosEmerson Leão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG