Tamanho do texto

Renato Gaúcho evita jogar responsabilidade no atacante de 17 anos às vésperas do Gre-Nal

Renato Gaúcho surpreendeu ao deixar Leandro no banco de reservas nos dois últimos jogos do Grêmio . No Gre-Nal da final do segundo turno do Gauchão foi preterido por um esquema de três zagueiros. E contra o Universidad Católica, pela Libertadores, perdeu a posição para Lins.

Muito se especulou sobre o motivo da saída repentina no time, afinal, marcou seis gols em 12 jogos e encheu de esperança a torcida ao pintar como substituto de Jonas, negociado com o Valencia. Renato, então, explicou a razão: preservar o garoto de 17 anos.

"Toda vez que precisei dele, foi bem. Mas pelo outro lado, tem 17 anos. Tem jogos, tem momentos, que a gente precisa preservar, não pode colocar toda a responsabilidade em cima dele. Uma sequência de decisões para o garoto fica difícil, é normal. Daqui a pouco começam a aparecer críticas, ele pode perder a confiança", avaliou o treinador.

Renato negou que Leandro seja reserva – o jogador, aliás, disse entender a decisão do comandante. Disse que no seu time "não há titulares ou suplentes". Portanto, fez mistério para o Gre-Nal deste domingo, no Beira-Rio, na primeira partida da final do Estadual.

"Ninguém falou que ele perdeu a posição, contamos bastante com ele. Lancei vários garotos e já passei por isso. Pode ter certeza que ele dará alegrias e o Grêmio ainda fará muito dinheiro com ele", finalizou Renato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.