Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Leandro Guerreiro supera drama pessoal e se firma no Cruzeiro

Sogro do volante faleceu na reta final e sua esposa perdeu bebê durante gestação na véspera do clássico

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Um dos símbolos da raça do Cruzeiro na reta final do Brasileirão é o volante Leandro Guerreiro. O jogador viveu uma temporada complicada, sem conseguir se firmar entre os titulares. Mas, com a chegada de Vágner Mancini, se tornou peça indispensável entre os titulares, mesmo passando por dramas particulares na reta final do Brasileirão.

Cruzeiro se livrou na última rodada. Veja a classificação final do Brasileirão

Os problemas pessoas de Leandro Guerreiro começaram na véspera da partida contra o Atlético-PR. Seu sogro faleceu e o atleta estava concentrado, não podendo dar apoio à sua esposa. O jogador atuou improvisado na defesa e foi um dos melhores em campo.

Leia também: Atlético-MG é o único time que Cruzeiro venceu duas vezes

Na véspera do clássico contra o Atlético-MG, mais um drama. A esposa do jogador estava grávida e perdeu o bebê, com o jogador mais uma vez focado totalmente na partida contra o maior rival. Guerreiro fez jus ao nome e foi muito bem em campo novamente, sendo premiado com um gol de cabeça no primeiro tempo.

O jogador não segurou a emoção depois de ver que o Cruzeiro conseguiu se livrar do fantasma do rebaixamento. "A importância não tem tamanho de se explicar, eu chorei porque esse ano foi e está sendo difícil para mim, tive perdas fora de campo, então tinha que administrar", disse o volante.

Veja também: Depois de atuação de gala, Roger pede a permanência de Mancini

Guerreiro falou sobre as perdas do sogro e do bebê que estava para chegar. "Houve falecimento do meu sogro, e no sábado, minha esposa também perdeu a gestação de um filho, onde eu não poderia estar junto com ela nesse momento, eu queria estar junto com ela, para dar força, que só o marido sabe dar", afirmou.

O técnico Vágner Mancini elogiou muito o atleta, dizendo que a evolução do Cruzeiro na reta final está diretamente relacionada ao retorno do jogador, que estava contundido. "Acho que depois da volta do Guerreiro, nosso sistema defensivo ficou equilibrado. Charles e Fabrício ficaram mais soltos para atacar. Sentimos falta de um atleta como o Guerreiro nos outros jogos. Hoje ele proporcionou essa estabilidade e equilíbrio", avaliou o treinador.

O experiente jogador chegou ao Cruzeiro no início de 2011 e tem contrato com a equipe mineira até o final de 2012.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a fase de Leandro Guerreiro

Leia tudo sobre: CruzeiroBrasileirão 2011Leandro Guerreiro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG