Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

LDU bate Godoy Cruz e avança no grupo 8. Peñarol cai para segundo

Barcos se destacou nos 2 a 0 pela Libertadores. Time uruguaio perdeu para o Independiente, mas avançou

Gazeta |

A LDU garantiu sua vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores na noite desta terça-feira, ao bater o Godoy Cruz por 2 a 0, atuando no estádio Casa Blanca. Contando com grande atuação do artilheiro Barcos, os donos da casa ainda garantiram o primeiro lugar do grupo 8 com o triunfo, devido à derrota do Peñarol para o Independiente.

No primeiro tempo, a tensão da decisão pareceu tomar conta de ambas equipes. Sem muita criatividade no meio-campo e extremamente defensivos, os times pouco criaram. Necessitando vencer, o time visitante praticamente não atacou, deixando os donos da casa em uma posição também confortável.

Porém, o segundo tempo decidiu o duelo e a classificação dos anfitriões em 15 minutos. Primeiro, Barcos limpou um zagueiro e cruzou rasteiro para Bolaños só desviar, sem goleiro, para o fundo das redes, abrindo placar.

Dez minutos depois, uma pintura. Barcos dominou a bola no meio-campo, driblou dois zagueiros e carregou para a lateral. Lá deu drible desconcertante em mais um rival, passou como quis por outro e chutou sem ângulo para marcar um lindo gol.

Para completar, aos 15, Sanchez agrediu Vera com um chute enquanto o volante estava deitado no gramdo, e acabou sendo expulso pelo árbitro brasileiro Paulo César de Oliveira. Após esses lances, o que se viu em Quito foi muito toque de bola até o apito final, cravando a classificação da Liga para as oitavas

COM BRIGA E FAIXA, INDEPENDIENTE VENCE, MAS FICA DE FORA
O Independiente mostrou espírto guerreiro na noite desta teça, mas não conseguiu o milagre que precisava para se classificar às oitavas de final da competição continental, da qual é o maior vencedor.

Jogando em Montevidéu, a equipe conseguiu bater o até então líder da chave Peñarol por 1 a 0, com gol de Parra, aos 33 do primeiro tempo. Porém, ficou longe de fazer a diferença de oito gols, necessária para igualar seu saldo com a LDU. Tal resultado, por sinal, só aumentaria a frustração, já que os equatorianos venceram e nem deram chance aos rojos.

O embate ainda contou com a estreia, por parte dos torcedores da casa, de uma faixa considerada como 'a maior do mundo', com 309 x 46 metros de dimensão. Logo no seu início, um confronto entre torcedores dos dois times também marcou o confronto.

Leia tudo sobre: copa libertadores 2011futebol mundialequadoruruguaildu

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG