Jogador sofreu ruptura no ligamento cruzado do joelho direito durante a vitória do Grêmio sobre o Atlético-PR

O lateral direito Edilson, do Grêmio, passa bem após a intervenção cirúrgica a que foi sumetido nesta segunda-feira, em Porto Alegre. O jogador sofreu ruptura no ligamento cruzado do joelho direito durante a vitória do time gaúcho sobre o Atlético-PR, no último dia 20, no Olímpico.

Operado pelos médicos gremistas, o jogador está feliz com o resultado da cirurgia. "Os médicos até brincaram comigo que depois dessa estou pronto para mais 15 anos de futebol. Mas agora é ter tranquilidade para fazer uma boa recuperação e voltar a campo o mais rápido possível. Agradeço o apoio de todos que estiveram ao meu lado, especialmente os outros jogadores que me deram muita força, já que esse é um momento delicado na carreira de qualquer atleta", destacou. Edilson só deve retomar a plena condição de jogo em maio do ano que vem.

Na última partida do Grêmio, contra o Guarani, o técnico Renato Gaúcho foi obrigado a utilizar o volante Ferdinando como lateral direito. Isto porque, além da grave lesão de Edilson, Gabriel, o titular da posição, não atuou mais uma vez, com problemas musculares. Mário Fernandes, que começou a partida, saiu de campo logo aos 11 minutos, com contusão no tornozelo.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.