Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Lajeadense serve de alerta ao Grêmio para a pré-Libertadores

Cansaço, gols perdidos e erros na defesa não podem ser repetidos contra o Liverpool

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

É claro que o empate com o Lajeadense, na estreia no Gauchão, foi frustrante para o Grêmio. Porém, o técnico Renato Gaúcho e os jogadores garantem ter tirado lições importantes para evitar surpresas contra o Liverpool, dia 26, em Montevidéu, no primeiro jogo pela pré-Libertadores.

A comparação é inevitável: Lajeadense e Liverpool são clubes de menor expressão do que o Grêmio, tornando os comandados de Renato favoritos em qualquer confronto. O que não pode ser repetido, então? Cansaço excessivo, gols perdidos e erros no posicionamento da defesa completam o diagnóstico tricolor.

Gazeta
Técnico Renato Gaúcho ficou insatisfeito com empate contra o Lajeadense

O tempo e o trabalho irão se encarregar de melhorar o condicionamento dos atletas. A receita para resolver os problemas no ataque e na zaga é treinar e mudar a postura apresentada contra o Lajeadense.

“Não adianta querer fazer um gol e se desarrumar lá atrás”, ensina Renato.

O zagueiro Rafael Marques entende que o Grêmio errou quando podia. Para ele, os jogadores tendem a diminuir o número de equívocos a medida que melhorar a forma física e adquirem ritmo de jogo.

“Se tivéssemos ganho por 2 a 0, de repente, pensaríamos que estava tudo bem. Tivemos erros coletivos. Agora, temos tempo para corrigir os defeitos e estar em ponto de bala”, defende o zagueiro.

O jogo de volta contra o Liverpool, no Olímpico, será em 2 de fevereiro. Quem passar, entra no Grupo 2 da Libertadores, com Oriente Petrolero, Junior de Barranquilla e León de Huánuco.

Leia tudo sobre: GrêmioLiverpoolLibertadores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG