Um torcedor do time russo lançou uma banana ao gramado e, indignado, brasileiro deixou o jogo antes do final

nullA direção da equipe russa Krylia Sovetov pediu desculpas nesta quinta-feira ao capitão do Anzhi, o brasileiro Roberto Carlos , pelo comportamento racista de um torcedor do clube que lançou um banana no gramado durante o confronto entre as duas equipes na cidade de Samara.

"A direção da equipe Krylia Sovetov fará todo o possível para identificar e castigar o canalha que cometeu o ato racista", afirma um comunicado publicado no site do clube.

Após sofrer o ataque racista no campo, que não é o primeiro de sua carreira, Roberto Carlos deixou o campo indignado antes do apito final e cobrou uma ação da Fifa contra o racismo. O jogador qualificou o incidente como um insulto para todo o futebol russo.

"Estou indignado pelo asqueroso comportamento do torcedor que através de sua ação não só me insultou, mas também a todos os jogadores no campo e, como se fosse pouco, todo o futebol russo", disse Roberto Carlos ao periódico russo Sport Express .

Apesar de tudo, Roberto Carlos não rescindirá seu contrato com o Anzhi, informou Guerman Chistiakov, diretor da equipe, à agência russa Interfax .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.