Após perder por 3 a 1 para o Bragantino, técnico disse que tropeços são inevitáveis na Série B

O técnico Gilson Kleina procurou minimizar a derrota que a Ponte Preta sofreu para o Bragantino , na última rodada da Série B. O time de Bragança Paulista venceu por 3 a 1 e colocou um fim a invencibilidade da Ponte no Moisés Lucarelli, além de contribuir para a Portuguesa se isolar de uma vez na liderança do campeonato.

O treinador não se mostrou abatido com o resultado adverso e disse que o time já está focado para o chamado "jogo de seis pontos" contra o Paraná, nesta terça-feira, no Durival Britto. Para ele, a equipe entrará ainda mais motivada em conseguir uma vitória e recuperar os pontos perdidos em casa.

"Tropeços são inevitáveis e fazem parte do futebol, mas é claro que ninguém queria perder. Isso nos obriga a ser ainda mais fortes contra o Paraná, que é um adversário difícil. Será a luta do segundo colocado contra o terceiro e agora temos que nos esforçar para vencer fora de casa e depois dentro novamente", afirmou Gilson Kleina.

Kleina ainda traçou um paralelo entre a vitória da Ponte Preta no clássico contra o Guarani , por 2 a 0, e a derrota deste fim de semana. Na ocasião, o treinador fez questão de frisar que a vitória ficaria no passado, para que a equipe treinasse focada no jogo contra o Bragantino. Agora, a derrota para a equipe de Bragança também deverá ser esquecida, motivando os jogadores a buscarem os três pontos no próximo confronto.

"Temos que corrigir nossas falhas, mas, assim como ocorreu no final de semana passado, quando ganhamos, o resultado de sábado já é passado. Temos que pensar no próximo adversário e nos preparar para conquistar pontos em uma batalha difícil e contra um adversário direto", concluiu o treinador.

Para a partida, a Ponte Preta não poderá contar com o zagueiro Leandro Silva, que foi expulso no último jogo e deverá ser substituído por Wellington. Em contrapartida, o volante Xaves retorna de suspensão e deverá ser titular.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.