Com liberdade de movimentação, atacante está satisfeito com esquema da equipe

Kleber recebeu atenção especial de chefe em entrevista sobre preferências táticas
Hector Werlang
Kleber recebeu atenção especial de chefe em entrevista sobre preferências táticas
Por 14 anos, Caio Júnior ganhou a vida como atacante. Jogava como segundo homem de frente, indo para cima dos zagueiros e, claro, marcando gols. Depois de encerrar a carreira há mais de uma década, o agora treinador identifica em Kleber um seguidor. Tanto que lhe dá tratamento especial e nota 10 nos primeiros dias de Grêmio .

Mercado da Bola: fique por dentro das últimas negociações do futebol brasileiro

Uma conversa nos primeiros dias de pré-temporada, em Bento Gonçalves, entre os dois determinou o aproveitamento do atleta. Kleber disse como gostaria de jogar, ouviu a ideia de Caio em aproveitá-lo e ambos concordaram. Parece ter dado certo, afinal, o camisa 7 marcou dois gols e foi o destaque do primeiro amistoso da temporada – vitória por 4 a 1 sobre o São Paulo, time amador da cidade da serra gaúcha.

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

 “Joguei nesta posição e sei bem. Vejo o Kleber como um dos melhores nesta posição porque ele dá muita possibilidade do passe, movimentação e se confirmou nos gols que ele fez. Até agora é nota 10, só elogios. Ele tem vontade de treinar, de acertar, está atento ao que é pedido, disciplinado. Tenho certeza que ele está empolgado como eu estou”, definiu Caio Júnior.

Kleber parece estar feliz. Ele é o companheiro de Marcelo Moreno.

“Caio me deu liberdade de movimentação. É o esquema que eu gosto. Agora, se precisar, mudo a forma de jogar. O mais importante é achar algo bom para o Grêmio”, falou o Gladiador.

Neste sábado, o Grêmio fará o segundo amistoso de 2012. O rival é o Flamengo, de São Valentim, time amador de Bento Gonçalves.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.