Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Kléber e D´Alessandro são os donos da bola no Internacional

Jogadores estão entre os que mais tempo tiveram a posse de bola no Brasileirão. Estilo de jogo deu resultado com a seleção espanhola e com o Barcelona

iG São Paulo |

O lateral-esquerdo Kléber e o meia D´Alessandro foram os dois jogadores do Inter que mais ficaram com a bola no Brasileirão. Os atletas do time gaúcho só perdem para os dois laterais do Flamengo quando o assunto é tempo médio de posse de bola por partida.

Em 30 jogos no campeonato, Kléber ficou com a bola por 63 minutos e 25 segundos, uma média de 2 minutos e 6 segundos por jogo. D´Alessandro atuou em 20 partidas e teve a bola no seu controle por 41 minutos e 44 segundos, uma média de 2 minutos e 5 segundos cada vez que esteve em campo.

O lateral-direito Leonardo Moura (Flamengo) é o líder neste quesito, com média de 2 minutos e 22 segundos, seguido pelo lateral-esquerdo Juan (Flamengo), com 2 minutos e 9 segundos. Kléber e D´Alessandro ficaram com 3º e 4º lugares, respectivamente, entre todos os jogadores do campeonato.

Na Copa do Mundo de 2010, o futebol da campeã Espanha chamou a atenção com o estilo tiki taka, que consiste em manter a posse de bola pelo maior tempo possível, trocando passes, criando oportunidades e diminuindo as chances do adversário. Nos sete jogos do Mundial sul-africano a Espanha teve mais posse de bola em relação ao adversário, geralmente com uma média superior a 60% do tempo, como aconteceu na decisão contra a Holanda.

O Barcelona adota o mesmo estilo da seleção de seu país e vem obtendo bons resultados. Na segunda-feira, o time catalão goleou o Real Madrid por 5 a 0 mantendo 62,78% do tempo de posse de bola.

Dos 20 times do Brasileirão, o Corinthians é quem tem mais tempo de posse, uma média de 15 minutos e 9 segundos. O Inter vem em segundo, com 15 minutos e 5 segundos.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG