Tamanho do texto

Empate fora de casa por 2 a 2 contra o Atlético-PR na noite da última quarta-feira deixou clima ruim no Palmeiras

Kleber disse que jogadores experientes estão conversando bastante com restante do elenco
Gazeta Press
Kleber disse que jogadores experientes estão conversando bastante com restante do elenco
O técnico Luiz Felipe Scolari cobrou dos líderes do elenco do Palmeiras um suporte maior aos jovens neste momento de dificuldade. O atacante Kleber , porém, avisou que os jogadores experientes já estão conversando bastante com o restante do elenco alviverde.

"Às vezes, vão falar que não tem líder na equipe, mas tem sim, porque a gente fala muito. Não só eu, mas também o Marcos e o Assunção", afirmou o atleta, que se reveza com os outros dois com a faixa de capitão da equipe.

Kleber, inclusive, explicou que houve uma cobrança forte aos outros jogadores para evitar gols em bolas alçadas, mas a conversa não adiantou no empate por 2 a 2 com o Atlético-PR , na noite de quarta, na Arena da Baixada.

"Ontem (quarta), antes de entrarmos no campo, falamos que não poderíamos mais tomar gol como foi contra o Botafogo, de bola parada, mas entramos e tomamos do mesmo jeito. Não tem outra situação. Ou muda ou não sei o que fazer", disse o jogador.

Apesar de o Gladiador avisar que vem orientando os garotos, o volante Marcos Assunção acredita que precisa conversar um pouco mais em campo.

"É nesse momento difícil que vemos os grandes jogadores, não adianta só o Felipão ficar com a responsabilidade. Ele treina o time, mas quem exerce dentro de campo somos nós. Temos de assumir por sermos os mais experientes, deixando que os mais novos fiquem tranquilos", falou o volante.

Assunção ainda se mostrou confiante em superar a fase complicada. "Já passamos por diversas situações e estamos mais acostumados a esse tipo de coisa. Vamos dar tranquilidade aos novatos", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.