Tamanho do texto

Atacante entrará em campo sem o apoio de parte da família e não sabe se vai comemorar eventual gol

Kleber ainda não sabe se vai comemorar um eventual gol marcado pelo Palmeiras  contra o Cruzeiro , mas já sabe que enfrentará brincadeiras e provocações de seu sogro, considerado pelo próprio atleta um cruzeirense fanático. O atacante afirmou que, dentro de campo, não lembrará de todo o seu passado na Toca da Raposa.

No 1º turno do Brasileirão do ano passado, Kleber balançou as redes do Cruzeiro e comemorou de forma tímida. Não correu em direção da torcida, apenas beijou o símbolo e apontou para as arquibancadas.

“Meu sogro é cruzeirense fanático e ele vai estar me secando com certeza. Acho que ele vai secar o Palmeiras com certeza e torcer para eu jogar bem, mas para o Cruzeiro vencer. É normal, a provocação vai sempre existir. Acho que não comemoraria, não sei. É uma coisa na hora, mas acho que não. O Cruzeiro é muito especial, é diferente. Vamos ver o que vai acontecer na hora”, disse o atacante.

O atacante comemora após anotar o gol do triunfo do Palmeiras sobre o Botafogo
AE
O atacante comemora após anotar o gol do triunfo do Palmeiras sobre o Botafogo

“É coisa da profissão. Agora, eu quero ajudar o clube que eu gosto, que sempre foi do meu coração. Hoje estou aqui e, quando estive lá, infelizmente não venci o jogo, mas tentei de todas as formas marcar o gol. Teve uma jogada bonita que eu participei e que o Marcos pegou”, explicou.

Kleber deve continuar com a companhia de Adriano Michael Jackson de um lado e com Luan de outro na linha ofensiva. Pelo menos foi dessa forma que Luiz Felipe Scolari treinou durante boa parte do coletivo de quarta-feira . A única novidade deve ser a entrada de Cicinho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.