Tamanho do texto

Meia argentino, de 36 anos, já atuou por Inter de Milão e Valencia. Ele joga atualmente no Rosario Central, de seu país

O veterano meio-campista argentino Kily González , que atualmente joga pelo Rosário Central, sofreu uma ruptura no tendão de Aquiles da perna direita e revelou nesta quarta-feira que analisa a possibilidade de pendurar as chuteiras aos 36 anos.

"Fico muito chateado pela pré-temporada que fiz, a forma na qual me preparei e a vontade que tinha de fazer um bom campeonato. Estou pensando o que vou fazer com meu futuro, mas não descarto a aposentadoria", disse o jogador após se submeter a exames médicos.

Fontes do clube da segunda divisão argentina, no qual Kily González foi revelado, disseram que os médicos avaliarão "um plano de recuperação da ruptura mínima, mas complicada, que o atleta teve".

O jogador quer evitar uma cirurgia devido ao tempo longo de recuperação de que precisaria e que representaria o fim de sua carreira.

O meia tem passagens por grandes clubes da Europa, como Inter de Milão e Valencia, e já defendeu a seleção argentina por diversas vezes, como nos Jogos Olímpicos de 2004, em Atenas, em que conquistou a medalha de ouro.