Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Kaká diz que medo tem atrapalhado seu desempenho

Recém-recuperado de uma cirurgia, meia admitiu que fatores psicológicos interferem no seu desempenho

AE |

O meia Kaká voltou a jogar a jogar no início de janeiro após seis meses de afastamento por conta de uma cirurgia no joelho, realizada após a sua participação na Copa do Mundo, mas admitiu que ainda não consegue render o esperado. O brasileiro revelou que ainda está sem confiança e até com medo. "Acho que o principal é a confiança. Você não tem a mesma coragem, as mesmas motivações", afirmou, em entrevista à TV Globo.

"Quero mudar meu pensamento, deixar de ter um pouco de medo. Acreditar que tudo que aconteceu na minha carreira em dez anos foram coisas maravilhosas, que não param agora e vão continuar aparecendo. Preciso ter um pouco de paciência também", completou Kaká.

Por isso, o meia do Real Madrid admitiu que fatores psicológicos interferem no seu desempenho e precisam ser trabalhados para que ele volte a ter boas atuações. "Estou voltando de lesão, de um período muito difícil. Acho que não é só físico e passa pelo psicológico", disse.

Kaká garantiu ter bom relacionamento com José Mourinho, mas reconheceu ainda não ter rendido o desejado pelo técnico do Real Madrid. "O treinador confia no jogador que resolve os problemas dele e ainda não cheguei nisso com Mourinho, por causa das minhas condições, não por ele não me dar oportunidade. Ele tem me colocado para jogar, mas infelizmente eu não tenho rendido o que eu e ele gostaríamos", comentou.

Kaká revelou ter conversado com o técnico Mano Menezes, que deixou claro o desejo convocá-lo futuramente para defender a seleção brasileira. "Ele deixou as portas abertas para mim. Disse que gostaria de contar comigo quando eu estivesse bem, e falei que estou à disposição", explicou.

Leia tudo sobre: KakáEspanhaReal Madridfutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG