Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Juventus vence Siena por 1 a 0 e mantém 100% no Italiano

Alessandro Matri fez o gol da vitória logo aos 9 minutos de bola rolando no segundo tempo

Gazeta |

Getty Images
Matri faz sinal para a torcida depois de gol que deu a vitória para a Juventus
Contra a ex-equipe do técnico Antonio Conte, a Juventus conseguiu manter o aproveitamento de 100% após duas rodadas de Campeonato Italiano. O gol de Alessandro Matri garantiu a vitória por 1 a 0 aos 9 minutos do segundo tempo, no Estádio Artemio Franchi.

Sofrendo poucas ameaças e contando com uma assistência de uma de suas contratações, o montenegrino Mirko Vucinic, a Juve somou mais um triunfo à goleada sobre o Parma, por 4 a 1, na rodada passada.

Como a primeira jornada foi adiada devido à greve dos jogadores, a quarta será realizada entre 20 e 22 de setembro. A Velha Senhora recebe o Bologna, enquanto o Siena pega a Roma, fora de casa.

Com gols de Di Natale e Isla, a Udinese bateu a Fiorentina, em casa, por 2 a 0. O Lecce superou o Bologna pelo mesmo placar. O Atalanta venceu o Palermo por 1 a 0 e o Catania impôs o mesmo resultado ao Cesena. Em Roma, a Lazio perdeu do Genoa por 2 a 1, enquanto o Parma venceu o Chievo com gol no fim, também por 2 a 1.

O jogo

A partida começou com muitas faltas, tanto que a primeira chance de gol surgiu apenas aos 20 minutos, em um chute de fora da área de Andrea Pirlo. Antes, Gaetano D'Agostino havia arriscado da intermediária, mas o arremate foi bloqueado.

Dois minutos depois, Daniele Mannini chutou do mesmo lugar, para a única movimentação do goleiro Gianluigi Buffon na partida. A pressão era toda do time visitante, que quase abriu o placar com Giorgio Chiellini.

Aos 9 minutos da etapa final, Vucinic achou Matri na grande área e não se arrependeu. O italiano chutou cruzado, no canto esquerdo de Zeljko Brkic e abriu o placar.

Tentando ampliar a vantagem, o chileno Arturo Vidal teve pelo menos três boas portunidades, aproveitando jogadas de Giaccherini, Del Piero e Fabio Grosso, mas falhou na finalização e seu time venceu pelo placar mínimo.

Leia tudo sobre: Juventusfutebol mundialitália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG