Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Juvenal não foge de briga e reitera Morumbi na Copa do Mundo

Agora reeleito, presidente mantém como um de seus objetivos recolocar o estádio no cronograma do Mundial

Gazeta |

O presidente Juvenal Juvêncio deixou claro logo em seu discurso da vitória que não vai mudar a postura no relacionamento com Federação Paulista de Futebol e Confederação Brasileira de Futebol. Sem ter bom relacionamento com a presidência das duas entidades, o mandatário reeleito no São Paulo afirmou que vai seguir em busca dos interesses de sua agremiação.

"Este clube não tem medo, pois prima seu caminhar pela competência e pela decência. Quando precisa brigar com a Federação, o São Paulo está na defesa de seus interesses e briga forte, sempre que for necessário para defender as cores de sua bandeira. É a mesma coisa quando precisar brigar com a CBF", afirmou.

Reeleito para presidir a equipe do Morumbi até 2014, Juvenal mantém como um de seus objetivos recolocar o estádio no cronograma da Copa do Mundo no Brasil, garantindo a cobertura do local.

"Não faço milagre, mas não contrariem. Ou se faz a Copa no Morumbi ou não tem Copa", apostou o homem-forte do São Paulo, que prevê a modernização do estádio.

"Vai ter cobertura e o progresso vai continuar. As pessoas que viram os três shows do U2 aqui perceberam a estrutura do estádio. Ninguém perdeu o sapato e nem machucou o dedo. Este estádio é uma dádiva", finalizou.

Leia tudo sobre: são paulojuvenal juvênciomorumbicopa 2014

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG