Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Juvenal e Lapolla confirmam candidatura na eleição do São Paulo

Candidatos divulgaram plataformas administrativas para pleito que acontece na próxima quarta-feira

Levi Guimarães, iG São Paulo |

O atual presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, e seu principal opositor nos últimos meses, Edson Lapolla, oficializaram nesta sexta-feira suas candidaturas ao próximo mandato de presidente do clube. A eleição está marcada para a próxima quarta-feira, 20 de abril. 

Cumprindo o prazo determinado pelo estatuto do clube, os dois candidatos publicaram suas plataformas administrativas com cinco dias de antecedência ao pleito. A proposta de Juvenal foi publicada no "Diário de S. Paulo", enquanto a de Lapolla saiu em cinco jornais de circulação da região do Morumbi e Butantã.

Em seu texto, Juvenal propõe a continuidade das ações quem vem marcando seus dois mandatos consecutivos desde 2006, como priorização de jogadores vindos das categorias de base no elenco profissional, conclusão das reformas no estádio do Morumbi, independente da participação na Copa de 2014 e melhorias na parte social do clube.

Já Lapolla apresenta algumas ideias de mudanças na administração do clube, com destaque para a descentralização administrativo/financeira do departamento de futebol. A oposição também fala em “maior transparência”, com apresentação de todos os contratos ao Conselho Deliberativo. Em relação ao futebol especificamente, o destaque é para a proposta da criação do cargo de manager.

Apesar de também ter oficializado sua candidatura, Lapolla deixa um protesto ao final do texto. “Esta plataforma está sendo publicada para atendimento do artigo 85º do Estatuto Social. Salientamos que em nosso entendimento este pleito é ilegal, sendo claro que seu resultado ficará subjudice. A apresentação de nossa candidatura com as propostas acima, é resultado de nosso respeito à história do São Paulo Futebol Clube, seus associados e sua enorme torcida”.

Confira abaixo um resumo das principais propostas dos dois candidatos.

Juvenal Juvêncio

- priorizar a base do São Paulo no elenco profissional e complementar o elenco com contratações de alto nível;
- concluir reformas no estádio do Morumbi nos setores intermediário e arquibancada;
- criação de camarotes, aumentando a geração de receitas e o superávit financeiro;
- construção da cobertura para todos os assentos do estádio;
- criação de uma arena de shows para 25 mil lugares na área interna, visando possibilitar a realização de shows sem autorização do gramado;
- conclusão do hotel do CT de Cotia para receber delegações nacionais e internacionais;
- construção do estádio em Cotia para jogos da base;
- melhorias na parte social;

Edson Lapolla

- descentralização administrativo/financeira - futebol - clube - estádio;
- maior transparência, com publicação de atas, deliberações do Conselho Deliberativo e balancetes mensais no site oficial do clube;
- criação do cargo de manager, com experiência administrativa e com autonomia para gerenciar os CCT da Barra Funda e CFA Laudo Natel, em Cotia;
- novos parâmetros na relação clube/atleta, minimizando a influência de empresários;
- desenvolvimento de uma rede de escolinhas em áreas públicas;
- modernização do Estatuto Social de acordo com a legislação brasileira;
- estudo de viabilização do voto do Sócio-Torcedor na Assembléia Geral do clube;

Leia tudo sobre: são pauloeleiçãojuvenal juvêncioedson lapolla

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG