Tamanho do texto

Tribunal avaliou que Uros Misic não tentou matar o oficial Nebojsa Trajkovic durante jogo do Campeonato Sérvio

O Tribunal de Apelações da Sérvia reduziu nesta quarta-feira de dez a cinco anos e meio a pena do torcedor do Estrela Vermelha Uros Misic por atacar com um rojão o policial Nebojsa Trajkovic, que estava à paisana, durante a partida de seu time contra o Hajduk Kula, pelo Campeonato Sérvio, em dezembro de 2007.

Segundo o comunicado do Tribunal de Apelações, a condenação foi reduzida porque ficou estabelecido que não houve tentativa de homicídio do policial, como foi colocado na acusação contra o torcedor, integrante de uma facção radical, mas se tratou de uma agressão.

Misic tinha recebido uma pena de dez anos de prisão em abril de 2010, após um julgamento repetido, mas sua defesa recorreu da sentença na época.

O torcedor atacou e queimou Trajkovic em várias partes do corpo, incluindo a cabeça, mas, segundo o Tribunal, não tentou atingir o policial com a parte em chamas do rojão.

O ataque ganhou grandes proporções, pois vários outros torcedores radicais se uniram a Misic na perseguição ao agente, que apresenta várias sequelas por conta da agressão.