Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Justiça de MG restringe torcidas organizadas após morte

Máfia Azul, Cru Fiel, Galoucura e Pavilhão Independente estão proibidas de entrar nos estádios com objetos que as identifiquem até o fim de abril de 2011, com exceção de camisas

Agência Estado |

As torcidas organizadas Máfia Azul, Cru Fiel, Galoucura e Pavilhão Independente, do Cruzeiro e do Atlético-MG, estão proibidas de entrar nos estádios mineiros com bandeiras, faixas, instrumentos musicais e qualquer outro objeto que as identifique até o fim de abril de 2011. A medida foi tomada por causa do confronto ocorrido no último sábado, quando um cruzeirense foi espancado até a morte por atleticanos.

A briga generalizada não ocorreu em uma partida de futebol, mas teve o envolvimento das torcidas organizadas. Na ocasião, um lutador da Galoucura participava do 3º Brasil MMA Fight, torneio de luta livre realizado em uma casa de eventos da capital mineira. Torcedores do Cruzeiro que seguiam para acompanhar o jogo contra o Flamengo no Rio de Janeiro pararam no local, o que deu início à confusão generalizada que terminou com a morte de Otávio Fernandes, de 19 anos, e deixou outros dois cruzeirenses internados.

Nesta sexta-feira, o Ministério Público Estadual (MPE) se reuniu com representantes das torcidas, da Polícia Militar mineira, da Comissão de Monitoramento da Violência em Eventos Esportivos e Culturais (Comoveec) e da Federação Mineira de Futebol (FMF) e adotou a medida. Apenas as camisas das torcidas permanecem liberadas nos estádios.

Segundo o promotor de Justiça José Antônio Baeta, a decisão é uma forma de evitar possíveis tentativas de revanche por causa da morte de Fernandes. As investigações sobre o crime estão a cargo da Polícia Civil, que requisitou imagens de câmeras de segurança próximas para tentar identificar os agressores.

Baeta informou ainda que a medida, que pode ser prorrogada, vale também para outros Estados. De acordo com o promotor, o MPE mineiro informará ao Batalhão de Choque da Polícia Militar paulista sobre a decisão, já que o Atlético-MG enfrenta o São Paulo domingo, no Morumbi.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG